18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Após tropeço na Champions, Chelsea demite o técnico Thomas Tuchel

Thomas Tuchel não é mais o técnico do Chelsea
Thomas Tuchel não é mais o técnico do Chelsea. Foto: IMAGO / PA Images

O Chelsea protagonizou a maior zebra da primeira rodada da fase de grupos da Champions League. Perdeu, fora de casa, para o desconhecido Dínamo Zabreb, da Croácia, por 1 a 0 (gol de Orsic). E a primeira consequência veio nesta quarta-feira. O clube inglês anunciou a demissão do técnico alemão Thomas Tuchel. O favorito para assumir a vaga é Graham Potter, que comanda o Brighton.

Saiba como apostar na Champions League

Thomas Tuchel deixa o Chelsea após somente sete jogos na temporada. O clube foi o que gastou mais na janela de transferências (278 milhões de euros), e estava em fase de ajustes. Mas a paciência da diretoria dos Blues se esgotou rápido e o alemão saiu.

Tuchel foi contratado pelo Chelsea em janeiro de 2021 e conquistou títulos importantes como a Champions League, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes.

Na Premier League da última temporada, o Chelsea foi o terceiro colocado. Existia a expectativa que o time começasse o ano voando principalmente por conta do investimento que foi feito. Mas não foi o que aconteceu. Os Blues foram derrotados por adversários bem mais fracos como Leeds e Southampton.

Lembrando que o russo Roman Abramovich, que contratou Thomas Tuchel, não é mais o dono do Chelsea. Quem comanda o clube atualmente é Todd Boehly.

No outro jogo do Grupo E da Champions League, RB Salzburg e Milan ficaram no empate em 1 a 1, na casa do Salzburg, na Áustria.

O Chelsea volta a campo neste sábado, às 8h30 (horário de Brasília), para enfrentar o Fulham. O jogo é válido pela Premier League e será disputado na casa do Fulham.

Leo Santos
853 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...

Artigos mais recentes