18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Pedro Barros conquista a medalha de prata no skate park olímpico

Grande nome do skate brasileiro e um dos grandes nomes do skate mundial na atualidade, Pedro Barros, de 26 anos, ficou com a medalha de prata no Skate Park, nas Olimpíadas de Tóquio. Nesta quinta-feira, o catarinense só foi superado pelo australiano Keegan Palmer, no Centro de Esportes Urbanos de Ariake. A medalha de bronze ficou com o norte-americano Cory Juneau.

Saiba como apostar nas Olimpíadas.

– A gente vem lutando por isso a vida inteira, sempre rodeado de pessoas maravilhosas que lutaram mto pra fazer minha vida melhor. Essa história do park, nas olimpíadas, minha história, é só um exemplo para o povo brasileiro, que está na nossa mão. Podemos fazer do nosso país um lugar melhor através do amor e do respeito. A gente pode cair várias vezes no chão, mas a missão é ver um amanhã melhor – disse Pedro, após a prova.

A melhor volta dele na final foi logo a primeira. Pedro Barros encaixou ótimas manobras e recebeu a nota de 86.14. Uma ótima nota, mas longe do ouro. O jovem Keegan estava inspiradíssimo e conseguiu uma nota acima de 95. E outra acima de 94. Incrível.

Nas duas voltas seguintes, Pedro Barros arriscou tudo para buscar o ouro, mas não conseguiu nota suficiente. Ele sofreu duas quedas. O norte-americano Cory Juneau, medalha de bronze, conseguiu a nota de 84.13 na melhor volta dele.

O brasileiro Luizinho Francisco, de apenas 21 anos, por muito pouco não conseguiu o bronze. Ele fez uma terceira volta espetacular, mas só recebeu a nota de 83.14 que lhe deu o quarto lugar. Após a prova, o garoto demonstrou toda a sua insatisfação.

– Minha última volta foi igual à da eliminatória, até melhor, que dei um 540° no fundo, então consegui colocar mais uma manobra e pontuação foi menor. Não entendi, né? Esperava que fosse maior a pontuação, porém não é (culpa) deles, da última vez a gente fez o protesto, viralizou e tudo mais, e continua sendo deles, então a gente tem que respeitar, erguer a cabeça e tentar ir para o próximo. Paris 2024 está aí logo logo, só três aninhos e a gente continua nessa busca – disse o jovem.

O outro brasileiro na final, Pedro Quintas, de 19 anos, ficou com a oitava colocação. Ele caiu nas três voltas.

Brasil perde da Rússia no vôlei masculino e vai disputar o bronze

A Seleção Brasileira Masculina de Vôlei foi derrotada, de virada, pela Rússia por 3 sets a 1 (parciais de 18/25, 25/21, 26/24 e 25/23) e vai disputar o bronze contra a Argentina nas Olimpíadas de Tóquio. Quando o jogo estava empatado em 1 set a 1, a Seleção chegou a estar ganhando por 20 a 12 o terceiro set, mas sofreu o apagão e a virada, e foi derrotada por 26 a 24.

Seleção Feminina perde Tandara

A Seleção Brasileira Feminina de Vôlei enfrentará a Coreia do Sul, nesta sexta-feira, às 9h (horário de Brasília) na semifinal, mas sofreu uma baixa. A atleta Tandara foi cortada da equipe por conta de uma “potencial violação da regra antidopagem”. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou a suspensão provisória da oposta. Tandara já volta para o Brasil nesta sexta-feira. A atleta ainda não se pronunciou.

Boxe

O Brasil está em duas finais no boxe olímpico. No feminino, na categoria até 60kg, Beatriz Ferreira derrotou a finlandesa Mira Potkonen de forma avassaladora e se classificou. No masculino, na categoria até 75kg, Hebert Conceição venceu o russo Gleb Bakshi, campeão mundial, em decisão dividida, e se classificou. VAMOS, BRASIL! As duas finais serão disputadas no fim de semana.