18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Flamengo enfrenta o Red Bull Bragantino, pelo Brasileirão, com sete desfalques

Thiago Maia deve ser titular no Flamengo
Thiago Maia deve ser titular no Flamengo. Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Na caça ao líder Atlético-MG, o Flamengo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira (06/10). O adversário é o Red Bull Bragantino, às 20h30, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), em jogo válido pela 24ª rodada. Para o jogo, o técnico rubro-negro Renato Gaúcho terá sete desfalques: David Luiz, Gustavo Henrique e Diego Ribas, lesionados, e Isla, De Arrascaeta, Gabigol e Everton Ribeiro, que estarão representando as suas seleções (Chile, Uruguai e Brasil respectivamente) nas Eliminatórias.

Saiba como apostar no Brasileirão.

Para piorar a situação, Bruno Henrique, com um desconforto muscular na coxa, é dúvida. A tendência é que ele comece o jogo no banco de reservas. Desta forma, Renato mandaria a campo o seguinte Flamengo: Diego Alves, Matheuzinho, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Thiago Maia e Andreas Pereira; Michael, Vitinho e Pedro.

O Flamengo vem de uma ótima vitória sobre o Athletico-PR, no Maracanã: 3 a 0 com gols de Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Andreas Pereira. O Rubro-Negro é o terceiro colocado na tabela com 38 pontos em 20 jogos, 11 pontos a menos que o líder, Atlético-MG. O Galo, no entanto, tem dois jogos a mais.

O Red Bull Bragantino, por sua vez, é o quinto colocado do Brasileirão com 34 pontos em 22 jogos. A equipe do técnico Mauricio Barbieri vem de empate com o Corinthians em 2 a 2, em casa.

Os jogos da 24ª rodada do Brasileirão

Corinthians x Bahia – Terça-feira – 21h30

Ceará x Internacional – Quarta-feira – 19h

Sport x Juventude – Quarta-feira – 19h

Chapecoense x Atlético-MG – Quarta-feira – 19h

Atlético-GO x Athletico-PR – Quarta-feira – 19h

Red Bull Bragantino x Flamengo – Quarta-feira – 20h30

Fluminense x Fortaleza – Quarta-feira – 21h30

América-MG x Palmeiras – Quarta-feira – 21h30

Grêmio x Cuiabá – Quarta-feira – 21h30

São Paulo x Santos – Quinta-feira – 18h30

Casemiro não se apresenta e vira dúvida na Seleção Brasileira

A Seleção Brasileira deve ter um desfalque de peso para os próximos três jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo (contra Venezuela, Colômbia e Uruguai).

O volante Casemiro, do Real Madrid, não se apresentou por conta de uma inflamação no dente, que tem causado a ele dores e febre. Segundo informações do site “Globoesporte.com”, o jogador se consultou com um dentista e pode ter que ficar de repouso.

Com o grupo quase completo, o técnico Tite prepara a equipe, em Bogotá (Colômbia), para a partida contra a Venezuela, que será disputada nesta quinta-feira, às 20h30, em Caracas. Para o jogo, o treinador também não poderá contar com Neymar, que está suspenso.

A Seleção Brasileira lidera as Eliminatórias com 100% de aproveitamento: oito vitórias em oito jogos.

Confira os jogadores convocados por Tite:

  • Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras)
  • Laterais: Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus), Émerson (Tottenham) e Guilherme Arana (Atlético-MG)
  • Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea), Marquinhos (Paris Saint-Germain), Éder Militão (Real Madrid) e Lucas Veríssimo (Benfica)
  • Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Edenilson (Internacional) Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Gerson (Olympique de Marselha), Lucas Paquetá (Lyon) e Everton Ribeiro (Flamengo)
  • Atacantes: Antony (Ajax), Arthur Cabral (Basel), Raphinha (Leeds), Vinicius Júnior (Real Madrid), Neymar (Paris Saint-Germain), Gabriel Jesus (Manchester City) e Gabigol (Flamengo).

‘Desconhecido' Arthur Cabral quer mostrar o seu valor

Entre os convocados do técnico Tite, o atacante Arthur Cabral, de 23 anos, que defende o Basel (SUI), foi a grande surpresa da lista. Mas os números do jogador no futebol europeu mostram que ele merecia ao menos ser observado. Em 17 jogos na temporada, ele marcou 20 gols. E Arthur, que no Brasil tem passagens por Ceará e Palmeiras, quer mostrar o seu valor.

Flamengo
Arthur Cabral conversa com Tite na Seleção Brasileira. Foto: Lucas Figueiredo / CBF

– O meu objetivo maior é tentar causar a melhor impressão possível. Vou dar o melhor nos treinos, no dia a dia, em todos momentos. Para quem está sendo convocado pela primeira vez o melhor é sentir gostinho de ser convocado de novo. É meu maior foco hoje – disse, em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira.

Confira a entrevista completa de Arthur Cabral:

Evolução no futebol europeu“Acredito que evoluí muito na Europa, principalmente na questão tática. Sou muito jovem, cheguei na Europa com 21 anos, então acredito que estou num processo de evolução.

Como costumo sempre dizer, busco sempre evolução. Se hoje sou melhor do que fui no passado, ano que vem quero ser melhor do que fui hoje. Acredito que na Europa pude aprender muita coisa. Valorizam muito a parte técnica, tática, na Suíça ainda mais. Essas questões me ajudaram muito a sentir esse gostinho de vestir a camisa da Seleção”.

Dificuldade de ser convocado jogando na Suíça“Sei que é um futebol que não é muito visto no Brasil. Tenho humildade de admitir que um jogador da Premier League é muito mais cotado para a Seleção do que da liga suíça, por níveis de competividade diferentes”.

Dias mais felizes“Estou muito feliz, foram dias fantásticos. Minha família está muito feliz. Hoje não realizei um sonho só meu, mas de toda minha família. Muitos amigos que se sentem como se estivessem comigo na entrevista, vestindo essa camisa”.

Recorde de gols nesta temporada“Acredito que foi evolução não só minha, mas de todo elenco. Tivemos duas temporadas anteriores difíceis e muito irregulares, mas começamos bem com vitórias consecutivas, fazendo bastante gol. Tivemos evolução coletiva que melhorou meu jogo e meus números. Tenho feito muitos gols e tenho tido muitas oportunidade e isso é muito importante”.

Quem é Arthur Cabral?“Sei que muitas pessoas estão me conhecendo agora, estão buscando saber quem é esse Arthur Cabral. Eu dou a vida do primeiro ao último minuto em campo, não só fazendo gol, mas claro que é o que me deixa mais em evidência. Mas correndo pelos companheiros e brigando. Podem esperar um jogador muito brigador e que vai tentar ajudar de todas as formas dentro de campo”.

Ídolo“Meu ídolo é o Ronaldo Fenômeno, com certeza. Era minha referência desde criança. Costumo dizer que desde que comecei realmente a entender futebol me inspirei muito nele. Não imaginava que ia ser atacante, mas já o tinha como grande referência”.

Crescimento do futebol suíço“É um futebol muito disciplinado, muito tático, de muita intensidade. Para quem vem do Brasil a gente se assusta um pouco. Se eles não têm, digamos, o mesmo jeitinho brasileiro eles compensam na tática e na intensidade dentro de campo. Isso eles mostram com últimos resultados e conseguindo coisas que muita gente não esperava”.

Poucas oportunidades no Palmeiras“Infelizmente não fui muito bem aproveitado. Mas foi importante a minha passagem lá, foi tempo de muito aprendizado, trabalhei com profissionais fantásticos. Se hoje estou aqui estou colhendo frutos de todos lugares onde andei”.

Posicionamento“Acredito que estou preparado para o que der e vier. Sou centroavante de área, se Tite entender que está precisando de centroavante com as minhas caracaterísticas vou dar meu melhor e ajudar da melhor maneira possível dentro de campo. Sonhei com isso a minha vida toda e é o momento ao qual mais me preparei”.