18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Zagueira brasileira celebra a sua estreia na Copa do Mundo

Zageura Lauren Leal durante partida da seleção brasileira
IMAGO / Gruppo LiveMedia

Com apenas 20 anos, a zagueira Lauren teve o prazer de defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo Feminina. Ela esteve em campo na vitória de 4 a 0 sobre o Panamá, pelo Grupo F, na última segunda-feira (24).

Na quarta-feira (26), a jogadora conversou com a imprensa na coletiva, no Moreton Bay Central Sports Complex, em Brisbane, na Austrália.

“No dia anterior, eu realmente estava um pouco mais nervosa, mas no dia do jogo, segui meus rituais habituais que costumo fazer antes de cada partida, assim como faço em outros jogos. Acredito que isso me tranquilizou um pouco. Mas entrar em campo, entrar para o aquecimento e ver que o estádio era quase todo era brasileiro, era verde e amarelo, facilitou muito. A gente pôde sentir um pouquinho do Brasil, se sentir em casa e isso me deixou muito mais confortável”, revelou Lauren.

A jovem atleta também fez questão de enaltecer a sua companheira, a zagueira Rafaelle, de 32 anos.

“A Rafaelle é uma referência para mim, para o futebol brasileiro e futebol mundial. Ela é uma excelente jogadora, e ter essa troca com ela é muito positivo para mim. Ela é uma zagueira muito experiente. É muito bom estar ali com ela, no jogo e nos treinos também, quando a gente tá em dupla, a gente se comunica bastante e se entende bastante, isso é bem positivo.”

O Brasil está no topo da tabela do seu grupo, com três pontos. Na vice-liderança vem a França, com um ponto. A Jamaica está na terceira posição, enquanto o Panamá figura na lanterna, sem ponto algum.

França a caminho

Os treinos do Brasil em Brisbane são focados na segunda rodada. No sábado, dia 29 de julho, a seleção vai encarar a França. A bola rola às 7h, horário de Brasília, no Brisbane Stadium. Este é o principal duelo do Grupo F, a partida ganha mais importância pelo fato de as francesas não terem começado bem a Copa do Mundo Feminina.

“A França é uma equipe muito forte, uma das tops do mundo, mas a nossa equipe também é uma equipe fortíssima. É o principal confronto do nosso grupo, e a gente tem total condições de reverter o histórico em relação à França. Então, vai ser um jogo muito duro, que vai ser resolvido nos detalhes ofensivos defensivos, mas a gente tem total condições de fazer um grande jogo e sair com a vitória”, ressaltou Lauren.

O retrospecto deste confronto é totalmente desfavorável para as brasileiras. Ao longo dos anos foram 11 partidas disputadas. Foram seis resultados positivos para as francesas e cinco igualdades. As europeias balançaram as redes em 17 oportunidades, enquanto as sul-americanas fizeram nove gols.

O duelo de agora entre Brasil e França vai ter transmissão na Globo, na televisão aberta. Na televisão, a transmissão será da Sportv. Já na internet, uma opção totalmente gratuita é a CazéTV, no Youtube e na Twitch. Para ver não é necessário estar logado em sua conta nestas plataformas de streaming. 

Leandro Gaignoux
326 artigos
Graduado em 2013, Leandro é um jornalista apaixonado por esportes. Iniciou sua trajetória profissional na Super Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, no Departamento de Esportes, em 2011, ainda como estagiário. Dois anos mais tarde, trabalhou na editoria de Cidade/Geral do Portal Manchete On-line. Desde 2017, atua como redator no fascinante mundo das apostas esportivas. Começou a colaborar para o Apostagolos em 2022.

Artigos mais recentes

Cesc Fàbregas assume como técnico do Como, da Itália

Antônio Carlos Zago não é mais o técnico da seleção boliviana