18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Vini Jr. brilha, Seleção Brasileira goleia o Paraguai e fica perto das quartas de final da Copa América

Vini Jr. foi o destaque da Seleção na goleada sobre o Paraguai
Vini Jr. foi o destaque da Seleção na goleada sobre o Paraguai. Foto: Zuma Press / Alamy Stock Photo

Essa é a Seleção Brasileira que nós conhecemos. Com grande atuação de Vini Jr., o Brasil goleou o Paraguai por 4 a 1, nesta sexta-feira, em Las Vegas, e ficou perto da classificação para as quartas de final da Copa América. A Seleção chegou a quatro pontos e ocupa a segunda colocação do Grupo D. A Colômbia, que venceu a Costa Rica por 3 a 0, lidera com seis. Para ficar com a primeira colocação, o Brasil vai precisar vencer os colombianos na terça-feira.

Saiba como apostar em jogos de futebol

O primeiro gol da Seleção Brasileira foi um golaço. Vini Jr. iniciou a jogada e finalizou com maestria. Uma troca de passes sensacional do time de Dorival Júnior. No segundo, o garoto Savinho mostrou muito oportunismo. No terceiro, foi a vez de Vini Jr. mostrar o oportunismo. Ele aproveitou a bobeira do zagueiro para colocar na rede. E o quarto gol foi de pênalti, convertido por Paquetá. O único gol do Paraguai foi marcado por Omar Alderete.

Após a partida, Vini Jr. comemorou a ótima atuação.

– Sempre falo que nunca jogo por mim, pela equipe, pelo Brasil, pelo meu país, sempre tento fazer as melhores coisas, nem sempre é possível. Hoje fiz uma grande partida, do nível de jogador que eu sou, sei que posso melhorar muito pra ajudar a Seleção, essa equipe que quer botar o Brasil no lugar que ele merece – disse.

Vini aproveitou para dar uma cutucada na Conmebol. O craque da Seleção Brasileira não está satisfeito com o nível da arbitragem.

– A Copa América é sempre complicada pelos campos, pelos árbitros que são sempre ao contrário, pela forma que tratam a gente, mas é seguir firme, só ganhando podemos falar, quando a gente fala a Conmebol diz que a gente fala demais – analisou.

Com os dois gols, Vini Jr. assumiu a artilharia da competição ao lado de Lautaro Martínez, da Argentina, Darwin Núñez e Maxi Araújo, do Uruguai, e Balogun, dos Estados Unidos.

Dorival Júnior mandou a Seleção Brasileira a campo assim: Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Wendell; João Gomes, Bruno Guimarães e Lucas Paquetá; Savinho, Vini Jr. e Rodrygo.

Leo Santos
2708 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.

Artigos mais recentes

Corinthians tem novo técnico e sonha com Balotelli