18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Veja quais são as seleções que mais têm jogadores naturalizados na Copa do Catar

jogadores naturalizados marrocos copa 2022
Marrocos é a seleção com mais jogadores naturalizados na Copa 2022. Foto: IMAGO / Shutterstock

Uma prática comum no mundo dos esportes é a presença de jogadores naturalizados em equipes de futebol. Ou seja, o atleta que, geralmente, saiu do seu país de origem muito jovem acaba adotando a nacionalidade do país em que atua como jogador de futebol. Em muitos casos, é a grande oportunidade de ser convocado para grandes torneios, como a Copa do Mundo.

O próprio Catar, anfitrião da Copa do Mundo em 2022, é um dos exemplos de seleções formadas com o suporte de pessoas que nasceram em outros países. No total, 12 atletas que foram convocados não nasceram no país sede da Copa 2022.

Mas, um levantamento do Apostagolos.com revela que o recordista de jogadores naturalizados nesta edição da Copa é o time do Marrocos, em que 14 dos convocados nasceram em outros países. Em seguida, as equipes do Catar, do Senegal e da Tunísia possuem 12 jogadores naturalizados que foram convocados para a Copa de 2022.

O País de Gales também tem 10 atletas que estão na Copa e têm origem em outras nações. Logo depois, Austrália e Camarões dividem o quarto lugar do ranking, já que cada um dos times conta com 9 jogadores que nasceram em outros países.

Confira os países com mais jogadores naturalizados

Saiba quais são os países que concentram os jogadores naturalizados nesta Copa do Mundo. No levantamento do Apostagolos.com, foram elencados os times com dois ou mais atletas que nasceram em outros territórios e foram convocados para jogar no Catar. Diversas seleções dividem posições no top 10 times com mais jogadores naturalizados na Copa 2022.

  1. Marrocos: 14 jogadores
  2. Catar, Senegal e Tunísia: 12 jogadores
  3. País de Gales: 10 jogadores
  4. Austrália e Camarões: 9 jogadores
  5. Gana: 8 jogadores
  6. Canadá, Croácia e Portugal: 7 jogadores
  7. Estados Unidos: 5 jogadores
  8. Sérvia: 4 jogadores
  9. França, Polônia e Suíça: 3 jogadores
  10. Equador, Alemanha, Holanda e Espanha: 2 jogadores

Veja também: Saiba quais são os jogadores mais altos da Copa 2022

Seleção do Brasil não tem jogadores naturalizados na Copa 2022

Já o Brasil está fazendo jus ao título de país do futebol e não tem jogadores naturalizados na equipe que disputa o hexa na Copa do Mundo. Todos os atletas convocados pelo técnico Tite para o torneio do Catar são nascidos no nosso país, ainda que a grande maioria atue em times internacionais atualmente, especialmente em clubes do futebol europeu.

Afinal, apenas o goleiro Weverton (Palmeiras), o meia Everton Ribeiro (Flamengo) e o atacante Pedro (Flamengo) estão jogando em clubes do Brasil atualmente.

Tite convocou a Seleção nesta segunda
Tite não convocou jogadores naturalizados para a Seleção Brasileira. Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Lista de jogadores convocados pelo técnico Tite

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras)

Laterais: Danilo (Juventus), Daniel Alves (Pumas), Alex Telles (Sevilla) e Alex Sandro (Juventus)

Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea), Marquinhos (PSG), Bremer (Juventus) e Éder Militão (Real Madrid)

Volantes: Fred (Manchester United), Bruno Guimarães (Newcastle), Casemiro (Manchester United) e Fabinho (Liverpool)

Meias: Lucas Paquetá (West Ham) e Everton Ribeiro (Flamengo)

Atacantes: Neymar (PSG), Vini Jr. (Real Madrid), Rodrigo (Real Madrid), Antony (Manchester United), Raphinha (Barcelona), Richarlison (Tottenham), Pedro (Flamengo), Gabriel Jesus (Arsenal) e Gabriel Martinelli (Arsenal)

Saiba mais: Daniel Alves está entre os jogadores mais velhos da Copa do Mundo 2022; confira a lista

Grupo do Brasil na Copa do Catar

A Seleção Brasileira estreia na Copa do Mundo contra a Sérvia. Também estão no grupo G da Copa do Mundo, as equipes de Suíça e Camarões.

O time comandado pelo técnico Tite é a atual líder do ranking da Fifa. A equipe está entre as favoritas à conquista do título, ao lado de Argentina e França.

Marcela Medeiros
119 artigos
Marcela Medeiros é jornalista da área de economia há 10 anos. Trabalhou em grandes veículos de comunicação no Rio de Janeiro, como os jornais Ex ...