18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Técnico dos EUA pede demissão da seleção feminina

- junho - 2024
IMAGO / ZUMA Wire

Campanha trágica na Copa do Mundo Feminina de 2023 foi vital para a saída do comandante

Chegou ao fim o comando do técnico Vlatko Andonovski na seleção feminina dos Estados Unidos. O profissional pediu demissão na última quarta-feira (16). A sua saída já era esperada, pois a campanha da principal equipe do futebol feminino na Copa do Mundo 2023 foi muito ruim. A notícia foi dada pela agência internacional de notícias AFP.

A campanha das yankees foi considerada desastrosa. Na primeira fase do Mundial, as americanas – atuais campeãs – quase não se classificaram. Elas passaram na segunda colocação do Grupo E, com uma vitória e dois empates. Na estreia, a equipe venceu o Vietnã por 3 a 0. Depois foram dois empates seguidos, contra Holanda, por 1 a 1, e Portugal, por 0 a 0.

Diante das portuguesas, os EUA levaram uma bola na trave nos minutos finais. Se tivesse sido gol, o maior campeão do futebol feminino seria eliminado precocemente. Em seguida, nas oitavas de final, a Suécia foi a seleção adversária. Neste jogo, o placar não saiu do 0 a 0 no tempo normal e nem na prorrogação. Foi preciso ter disputa de pênaltis para definir quem seguiria vivo na competição da FIFA. Nas cobranças, as suecas levaram a melhor e venceram por 5 a 4.

A eliminação gerou muitas críticas, incluindo do ex-presidente Donald Trump. “A chocante e totalmente inesperada derrota da seleção dos Estados Unidos contra a Suécia é totalmente representativa do que está a acontecer à nossa nação sob o comando do corrupto Joe Biden. Várias das nossas jogadoras foram abertamente hostis para a América. Nenhum outro país se comportou desta forma, nem de perto”, disse o político na rede social Truth.

Vlatko Andonovski chegou à seleção dos Estados Unidos em 2019. Desde então, o macedônio deu ao país do Tio Sam a medalha de bronze nas Olimpíadas de Tóquio, no Japão, disputadas em 2021. Na competição, as americanas perderam a semifinal para o Canadá – que depois faturou a medalha de ouro.

Não deve demorar muito para que a federação norte-americana anuncie o substituto ou substituta de Vlatko Andonovski. Em setembro, a equipe tem dois amistosos para disputar contra a África do Sul – que também jogou a Copa do Mundo da Austrália e da Nova Zelândia.

A primeira partida será no dia 21, no TQL Stadium, na cidade de Cincinnati, em Ohio. Três dias depois, a bola volta a rolar. Desta vez, americanas e sul-africanas irão medir forças no Soldier Field, localizado na cidade de Chicago, em Illinois.

Pia Sundhage nos EUA?

Recentemente, uma lista feita pelo canal americano Fox Sports apontou a técnica Pia Sundhage, da Seleção Brasileira, como opção para assumir os Estados Unidos. Vale lembrar que ela já esteve neste cargo, de 2008 a 2012. A sueca conseguiu duas medalhas de ouro nas Olimpíadas de Pequim, na China, e de Londres, na Inglaterra.

Só que antes de aceitar um possível convite, Pia precisa resolver a sua situação com a CBF. Ela tem contrato válido até agosto do ano que vem. Na semana que vem, no fim de julho, o presidente Ednaldo Rodrigues irá se reunir com a treinadora para acertar a continuidade ou a quebra da parceria.

Leandro Gaignoux
302 artigos
Graduado em 2013, Leandro é um jornalista apaixonado por esportes. Iniciou sua trajetória profissional na Super Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, no Departamento de Esportes, em 2011, ainda como estagiário. Dois anos mais tarde, trabalhou na editoria de Cidade/Geral do Portal Manchete On-line. Desde 2017, atua como redator no fascinante mundo das apostas esportivas. Começou a colaborar para o Apostagolos em 2022.