18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Sevilla vence a Roma nos pênaltis e conquista o seu sétimo título da Liga Europa

O Sevilla conquistou mais uma Liga Europa
O Sevilla conquistou mais uma Liga Europa. Foto: IMAGO / Marco Canoniero

O reinado continua! Em decisão emocionante até o último minuto, o Sevilla conquistou seu sétimo título da Liga Europa ao vencer a Roma por 4 a 1 nos pênaltis, em jogo disputado na Puskás Arena, em Budapeste. O duelo terminou empatado em 1 a 1 no tempo regulamentar, com gols de Dybala, que abriu o placar para os italianos no primeiro tempo, e Mancini, que deixou tudo igual para os espanhóis na segunda etapa. 

Conheça novas casas de apostas

Após a prorrogação também terminar empatada, o goleiro Bono brilhou nas penalidades ao defender com o pé uma cobrança no meio do gol e resvalar com a ponta dos dedos na cobrança feita pelo brasileiro Ibañez antes de a bola acertar a trave direita. Com as duas defesas, o marroquino foi um dos heróis da sétima conquista do Sevilla. 

Montiel também merece destaque ao converter a última cobrança para os espanhóis. Vale lembrar que o lateral-direito também foi o responsável por cobrar o último pênalti que deu o tricampeonato à Argentina na Copa do Mundo. Desta vez, o defensor do Sevilla escolheu o outro canto e fez os torcedores espanhóis soltarem o grito de campeão em Budapeste.

Com mais essa conquista, o Sevilla manteve a escrita e não sabe o que é perder uma final de Liga Europa. O time espanhol chegou à sétima decisão do torneio e levantou o troféu pela sétima vez: 2006, 2007, 2014, 2015, 2016, 2020 e 2023. Outro fato importante a se destacar: foi apenas a segunda decisão nos pênaltis vencida pelo clube, repetindo o feito de nove anos atrás quando derrotou o Benfica. 

Leo Santos
2711 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.

Artigos mais recentes

Internacional mira Roger Machado para o lugar de Eduardo Coudet