18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Sete suspeitos de ataques racistas a Vini Jr. são presos na Espanha

Vini Jr. foi vítima de racismo em Valencia
Vini Jr. foi vítima de racismo em Valencia. Foto: IMAGO / ZUMA Wire

O governo e a polícia da Espanha finalmente começaram a se movimentar no caso Vini Jr. O craque brasileiro foi vítima de racismo (mais uma vez) na partida entre Real Madrid e Valencia, por parte dos torcedores do Valencia. Jogo que foi disputado no último domingo, no Estádio Mestalla. De acordo com informações da imprensa espanhola, três suspeitos foram presos em Valencia. Mais quatro suspeitos, esses envolvidos no caso do boneco que simulava um enforcamento de Vini Jr. sob uma ponte da capital espanhola, foram presos em Madri. Três deles fazem parte de uma torcida organizada do Atlético de Madrid.

No Brasil, Vini Jr. foi homenageado no Cristo Redentor e agradeceu nas redes sociais:

Suspenso no Campeonato Espanhol, Vini Jr. não treinou nesta terça-feira. Segundo informações do jornal “As”, o técnico Carlo Ancelotti resolveu dar um descanso para o brasileiro, que está “no limite”. O jogador ficará dois dias de folga para respirar.

Os patrocinadores do Valencia (Puma) e da La Liga (Banco Santander) saíram em apoio a Vini Jr., mas não afirmaram se vão cortar verba dos parceiros.

No meio do furacão, o Real Madrid volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar o Rayo Vallecano.

Leo Santos
2538 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.