18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Seleção Brasileira enfrenta o Peru, nesta quinta-feira (17), pela Copa América

Após estrear com vitória na Copa América (3 a 0 sobre a Venezuela), a Seleção Brasileira, comandada pelo técnico Tite, enfrenta nesta quinta-feira (17) o Peru, às 21h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. E, ao que tudo indica, o treinador promoverá algumas mudanças na equipe. Entram Ederson, Thiago Silva, Alex Sandro, Fabinho, Gabigol e Éverton Cebolinha. Com isso, a escalação deve ser a seguinte: Ederson, Danilo, Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro; Fabinho, Fred e Neymar; Gabriel Jesus, Gabigol e Éverton Cebolinha.

– Existe linha próxima entre dar oportunidade e descaracterizar o time. A ideia é manter os atletas nas funções nos clubes. Isso dá a rotina do lugar, a sensação de confiança. Ele faz o que tem domínio, o que faz no clube. Emprestando à equipe. Colocar sua individualidade, monta estrutura que ela possa ter bom desempenho, conexões que possam ter – disse Tite, em entrevista coletiva, sem confirmar as mudanças.

O técnico tem aproveitado a Copa América para fazer alguns testes visando as Eliminatórias e a Copa do Mundo de 2022. Vale lembrar que a campanha do Brasil nas Eliminatórias, até agora, é perfeita: seis vitórias em seis jogos, 100% de aproveitamento e liderança.

A partida entre Brasil e Peru, que é válida pelo Grupo B da Copa América, terá transmissão dos canais SBT e Espn Brasil. Tite, por sinal, também falou sobre o duelo.

– É um Peru que jogou contra Equador na ultima rodada das Eliminatórias. Jogou com marcação agressiva média, uma característica dela, mas também abaixou muito e utilizou do contra-ataque. Muitas mudanças do Peru. Sem Farfan, sem Guerrero, sem Aquino, Flores, Advincula. Vários atletas novos. Uma renovação. Alguns atletas que continuam. Estamos estudando os últimos jogos do Peru, trabalhamos buscando estratégias ofensivas e defensivas para enfrentá-los – analisou.

Com três pontos e um ótimo saldo, o Brasil lidera o Grupo B da Copa América. Colômbia, Peru, Equador e Venezuela completam o grupo.

Seleção Brasileira
Neymar e Lucas Paquetá em ação no treino da Seleção Brasileira. Foto: Lucas Figueiredo / CBF