18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Seleção Brasileira: Tite convoca Coutinho e deixa Vinicius Júnior fora

Tite convocou a Seleção Brasileira nesta sexta
Tite convocou a Seleção Brasileira nesta sexta. Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O técnico Tite convocou nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, a Seleção Brasileira para os jogos contra Colômbia e Argentina, pelas Eliminatórias, que serão disputados nos dias 11 e 16 de novembro respectivamente. O meia Philippe Coutinho, do Barcelona, e o atacante Roberto Firmino, do Liverpool estão de volta à Seleção. Eles foram as grandes novidades da lista.

Conheça os melhores sites de apostas esportivas

– Qual a posição do Couto? Ele é um meia articulador. Everton Ribeiro, infelizmente, não foi possível. Seria o jogador? Seria o jogador do Flamengo convocado. E aí nós temos outras opções. Um grande jogador retomando seu padrão, e é uma oportunidade de ele estar retomando naquela função – disse Tite, sobre o retorno de Coutinho.

Tite também falou sobre a ausência de Vinicius Júnior, que vem sendo um dos destaques do Real Madrid na temporada.

– Um grande jogador, com potencial de crescimento impressionante, num grande momento no clube. Que concorre naqueles atletas, digamos assim, atacantes agressivos. Agudo, o ponta que vai para dentro. O desempenho e a oportunidade que Raphinha e Antony tiveram, foi um momento importante para a convocação, com todo o respeito nessa concorrência leal que a gente procura – explicou.

Por conta dos jogos decisivos no Brasil, Tite chamou apenas um jogador do futebol brasileiro: o jovem goleiro Gabriel Chapecó, do Grêmio. Todos os outros jogam na Europa.

– Chegamos a um consenso de ceder, nesta janela, e não convocar jogadores do Brasil, com exceção de um atleta. Mas todos os clubes estão cientes que em caso de lesão ou suspensão, podemos convocar atletas do Brasil – afirmou Juninho Paulista, dirigente da CBF.

Confira os convocados:

  • Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Gabriel Chapecó (Grêmio);
  • Laterais: Danilo (Juventus), Emerson Royal (Tottenham), Alex Sandro (Juventus) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);
  • Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Lucas Veríssimo (Benfica), Marquinhos (PSG) e Thiago Silva (Chelsea);
  • Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Gerson (Olympique de Marselha), Lucas Paquetá (Lyon) e Philippe Coutinho (Barcelona);
  • Atacantes: Antony (Ajax), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Atlético de Madrid), Neymar (PSG) e Raphinha (Leeds).

Abaixo, mais trechos da entrevista de Tite:

Ausência de Richarlison“Ela (ausência) é de uma série de atletas que são importantes e que, no momento, você faz uma escolha para aqueles jogos. Eles são instantâneos, não há um tempo maior tal qual uma Copa América, que você tem tempo de preparação”.

Copa do Mundo de dois em dois anos“É um tema que a gente precisa aprofundar mais, que eu preciso buscar mais informações. A tendência, minha, particular, não é de dois anos. É muito próximo. Vai depender, claro, dos calendários ajustados à competição. Esse é o básico. Em termo gerais, para mim, de bom grado, são três anos, mas sem ter uma convicção a respeito disso”.

Duelo contra a Argentina“A forma como a Argentina encarou, a forma como o Brasil encarou isso, o fato de não ter o (último) jogo, todas as circunstâncias que aconteceram. O maior deles é a grandeza de Brasil e Argentina. Historicamente jogar um jogo com essa magnitude te traz um peso muito grande”.

Testes após garantia da vaga – “Na medida que tem resultados e nós estamos com encaminhamento de classificação bem próximo, ele oportuniza uma série de atletas que no estágio anterior nós não tínhamos tempo. Inclusive de variações táticas. Ele te permite errar”.

Nível das Eliminatórias“O que a gente pode avaliar é o nível das eliminatórias europeias e o nível das eliminatórias sul-americanas. São fáceis? Talvez. Jogar contra o Peru lá é fácil? Jogar contra a Bolívia na altitude é fácil?”

Gostaria de jogar no RJ?“Eu queria ter sempre a estrutura da Granja Comary próxima. Ela proporciona todas as condições, ela potencializa todo o trabalho. Ela te dá uma dinâmica toda de estrutura de pessoas, de uma estrutura de local, onde tem bons campos. Gente, não dá para ter o Maracanã com o campo que tem. É contra o futebol, é contra a qualidade, é contra o espetáculo. É contra tudo que a gente busca enquanto futebol ter campos bons para comprar técnico, atleta, desempenho, qualidade de passe, raciocínio, execução”.

Dificuldade nos próximos jogos“Nós temos dois jogos importantes com duas seleções, para mim, do mais alto nível. Se a gente colocar top 3 ou top 4, dos 10, elas estão inseridas. O bom desempenho e o bom resultado desse jogo, vai nos remeter à uma boa preparação contra a Argentina”.

Convocação de Gabriel Chapecó“Nós conversamos com o Grêmio. Nós não queremos prejudicar os atletas e trouxemos um jogador que não está titular agora, mas que tem 23 jogos como titular. Mas que tem, nas categorias de base e na seleção olímpica, todo um histórico que o credencia a estar”.

Leo Santos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.