18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Seleção Brasileira joga mal, mas vence o Chile por 1 a 0 e segue voando nas Eliminatórias

Não foi uma grande atuação da Seleção Brasileira, mas a equipe do técnico Tite fez o suficiente para vencer o Chile, nesta quinta-feira, em Santiago, por 1 a 0 (gol de Everton Ribeiro), e seguir com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. São sete vitórias em sete jogos até o momento: 21 pontos, seis na frente da Argentina, segunda colocada.

Saiba como apostar em futebol.

– Oportunidades nós tivemos, mas faltou um pouquinho de coordenação dos movimentos. Faltou um pouquinho mais de entrosamento, numa equipe que mal se ajustou, que nunca jogou junto, no primeiro e no segundo tempo – analisou o técnico Tite, após a partida.

Grande nome da Seleção Brasileira, Neymar, assim como a equipe, não foi bem. Claramente fora de ritmo por estar em início de temporada com o PSG, o craque não conseguiu as jogadas geniais de costume e, na maioria das vezes, foi anulado pela marcação chilena. Nas redes sociais, os torcedores disseram que Ney está acima do peso. O atleta rebateu:

– Camisa era G. Tô no meu peso já. Próximo jogo peço camisa M.

Sobre a atuação da Seleção Brasileira, Ney opinou de forma contundente:

–  Jogamos bem? Não! Ganhamos? Sim! Então f… Segue o baile. Seguimos fazendo história.

Não foi um jogo fácil para a Seleção Brasileira. No primeiro tempo, não fossem as ótimas defesas de Weverton, o Brasil teria ido para o intervalo perdendo. A grande chance da Seleção (talvez a única) foi com Neymar. Gabigol puxou o contra-ataque e serviu o craque. Ney, cara a cara com o goleiro Bravo, isolou a bola.

No segundo tempo, o Brasil melhorou. Principalmente pelas substituições de Tite. Gerson e Everton Ribeiro entraram nos lugares de Bruno Guimarães e Vinicius Júnior. E foi justamente de Everton Ribeiro, do Flamengo, o gol brasileiro. Aos 19 minutos, após uma boa troca de passes da Seleção, Neymar finalizou para boa defesa do goleiro Bravo. No rebote, Everton Ribeiro colocou na rede.

– A equipe do Chile fazia um grande jogo, mas conseguimos chegar depois de grande jogada do Danilo. Neymar teve a chance, dei bom passe para ele, mas a bola voltou para mim e concluí muito bem. Estou muito feliz e estão todos de parabéns. Conseguir sete vitórias é um marco para a historia. Que venha a oitava – disse Everton.

Após o gol, o Chile aumentou a pressão, mas não criou muitas jogadas. O Brasil conseguiu se segurar bem e saiu com mais uma vitória nas Eliminatórias. Domingo, às 16h, a Seleção enfrenta a Argentina na Neo Química Arena, em São Paulo.

A escalação da Seleção Brasileira: Weverton; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Bruno Guimarães (Gérson, no intervalo) e Lucas Paquetá; Vini Jr (Everton Ribeiro, no intervalo), Neymar e Gabigol (Matheus Cunha, aos 32/2ºT). Técnico: Tite.

Tite opina sobre Neymar

Vimos nesta quinta-feira, em campo, um Neymar totalmente fora de ritmo. Bem longe de ser o Neymar que estamos acostumados a ver com a camisa da Seleção Brasileira. E o técnico Tite falou sobre o assunto após a vitória. Ele concordou que falta ritmo ao craque.

– Todos os atletas ficam prejudicados em sua condição técnica no reinício. Não é algo só com ele. Todos, uns mais, outros menos – disse.

Atacante Artur e zaguero Léo Ortiz, do Bragantino, são convocados

Sem Claudinho e Malcom, que precisaram voltar ao Zenit, da Rússia, Tite convocou o atacante Artur, de 23 anos, do Bragantino, para os jogos contra Argentina e Peru. O jogador tem passagens pela Seleção Brasileira Sub-20 e pela Seleção Olímpica.

– Que sensação! Pela primeira vez convocado para a Seleção Brasileira… Obrigado papai do céu, aos meus companheiros e staff, e família. Vocês fazem parte disso – comemorou Artur nas redes sociais.

O zagueiro Léo Ortiz também foi convocado, já que Marquinhos está suspenso para o próximo jogo. Léo Ortiz também atua pelo Bragantino.