18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Seleção Brasileira joga mal, fica no 1 a 1 com a Colômbia e vai pegar o Uruguai nas quartas da Copa América

Vini Jr. teve atuação apagada, mas sofreu pênalti não dado pelo árbitro
Vini Jr. teve atuação apagada, mas sofreu pênalti não dado pelo árbitro. Foto: Associated Press / Alamy Stock Photo

A Seleção Brasileira voltou a decepcionar na Copa América dos Estados Unidos. Nesta terça-feira, a equipe comandada por Dorival Júnior teve uma atuação fraca diante da Colômbia e ficou apenas no 1 a 1. Raphinha, de falta, abriu o placar para o Brasil. Muñoz empatou para a Colômbia. O resultado deixou a Seleção na segunda colocação do Grupo D. Nas quartas de final, o adversário é o forte Uruguai, que tem 100% de aproveitamento na competição.

Saiba como apostar em jogos de futebol

Para a partida decisiva, a Seleção Brasileira não terá Vini Jr. Ele tomou cartão amarelo após acertar o rosto do meia James Rodríguez e está suspenso. Falando em James Rodríguez, que partida do jogador do São Paulo. Talvez a melhor dele em muito tempo. Ditou o ritmo da seleção colombiana. Até voltar para marcar, ele voltou.

Não podemos falar o mesmo de Vini Jr. O jogador da Seleção Brasileira chamou a atenção mais pela irritação em campo do que pelo futebol. Não fez uma grande jogada em 90 minutos. Muito pouco para quem disputa o prêmio de melhor jogador do mundo.

Dorival Júnior também não foi bem. A Seleção Brasileira precisava do resultado e ele demorou muito para colocar o centroavante Endrick em campo. Colocou apenas nos últimos minutos, e o moleque pouco tocou na bola.

No geral, as melhores chances do jogo foram da Colômbia. Podemos dizer que a Seleção foi dominada em boa parte do jogo. E o zagueiro Marquinhos admitiu isso na entrevista pós-partida.

– Faltou mais controle de jogo da nossa parte. Não ficamos tanto com a bola. Progredíamos pouco com ela. Tivemos dificuldades para saltar linhas. Enfrentamos uma seleção da Colômbia muito boa, muito entrosada, sem perder há bastante tempo. Temos muita coisa a crescer, temos que ser honestos com nós mesmos, principalmente nesses jogos maiores, precisamos ter mais a bola. Aceleramos a jogada muitas vezes e perdemos o controle do jogo. É analisar bem. Classificamos, um pouco mais difícil, por ser em segundo, vamos enfrentar uma grande seleção na próxima rodada, e vamos para frente – disse.

O jogo entre Brasil e Uruguai está marcado para sábado, 22h (horário de Brasília).

Dorival Júnior mandou o Brasil a campo com: Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Wendell; João Gomes, Bruno Guimarães e Lucas Paquetá; Vini Jr., Rodrygo e Raphinha.

As quartas de final

Leo Santos
2726 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.