18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Seleção Brasileira joga bem e vence Gana por 3 a 0

Richarlison marcou dois gols na vitória da Seleção Brasileira
Richarlison marcou dois gols na vitória da Seleção Brasileira. Foto: IMAGO / Sportimage

No penúltimo amistoso antes da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira jogou muito bem e venceu Gana por 3 a 0, em Le Havre, na França. Marquinhos e Richarlison (duas vezes) marcaram os gols do jogo. Agora, a equipe do técnico Tite se prepara para enfrentar a Tunísia, na próxima terça-feira.

Saiba como apostar na Copa do Mundo

– Venho aqui, faço meu trabalho, calado e aproveito cada oportunidade que o professor tem me dado. É continuar. Espero que o povo brasileiro acredite mais em mim também porque sou um cara que quando chego aqui na seleção , faço bastante gol. Estou vestindo a camisa 9 hoje e toda vez que visto ela, estou metendo gol. E espero continuar assim – desabafou Richarlison, um dos destaques da vitória da Seleção.

Foi uma vitória maiúscula da equipe de Tite. Principalmente pela atuação no primeiro tempo, que podemos resumir como uma verdadeira aula de futebol. Marcação alta, toque de bola envolvente… O primeiro gol foi marcado por Marquinhos de cabeça, após escanteio cobrado por Raphinha. O segundo gol foi muito bonito. Richarlison recebeu bom passe de Neymar e bateu colocado, no cantinho do goleiro. Para completar, Richarlison marcou de cabeça, após falta cobrada na medida por Neymar.

E olha que o placar poderia ter sido mais elástico. Só Vini Jr. fez duas jogadas espetaculares pela esquerda que por pouco não acabaram em gol. Primeiro ele tocou na medida para Lucas Paquetá, que finalizou bonito e a bola passou raspando. Depois serviu Raphinha com um passe de trivela, no estilo Modric. Na cara do gol, Raphinha mandou pra fora.

No segundo tempo, o técnico Tite fez muitas substituições e a Seleção Brasileira, ao que parece, tirou um pouco o pé do acelerador. Algumas chances foram criadas, mas o placar não se alterou. Matheus Cunha teve a melhor delas, mas o zagueirão de Gana colocou pra escanteio. Lá atrás, a Seleção praticamente não foi ameaçada.

– Quando nós estávamos chegando no banco, tu (repórter) me fez uma pergunta: ‘Gostou?' Eu dei um sorriso. Esta é a resposta da performance de um grande primeiro tempo – disse Tite, sobre a atuação da Seleção.

Escalação da Seleção Brasileira: Alisson, Éder Militão, Thiago Silva (Bremer), Marquinhos e Alex Telles; Casemiro (Fabinho), Lucas Paquetá (Everton Ribeiro) e Neymar; Raphinha (Rodrygo), Richarlison (Matheus Cunha) e Vini Jr. (Antony). Técnico: Tite.

Leo Santos
853 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...

Artigos mais recentes