18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Rubiales não renuncia a cargo na federação espanhola e é alvo de críticas

Rubiales não renunciou
Rubiales não renunciou. Foto: IMAGO / Pacific Press Agency

Depois do polêmico beijo na atacante Jenni Hermoso, durante a premiação da Copa do Mundo Feminina, o presidente da federação espanhola Luis Rubiales optou por não renunciar ao cargo na entidade. Tal atitude gerou inúmeras críticas de jogadores e clubes do país.

Saiba como apostar em jogos de futebol

Nomes como o goleiro De Gea, o ex-goleiro Casillas e a atacante Putellas fizeram críticas ao dirigente. Borja Iglesias, atacante do Bétis, chegou a anunciar um boicote à seleção espanhola caso seja convocado. Clubes como Barcelona e Real Madrid também se mostraram contrários à atitude de Rubiales.

“Isso é inaceitável. Acabou. Contigo, companheira Jenni Hermoso” , afirmou Alexia Putellas, atacante da seleção espanhola, em suas redes sociais.

“Há limites que não se pode cruzar, e isso não podemos tolerar. Estamos contigo, companheira”, disse Aitana Bonmatí, que foi escolhida a melhor jogadora da Copa.

“Deveríamos passar esses cinco dias falando das nossas meninas! Da alegria que nos deram a todos! Para nos orgulhar de um título que não tínhamos no futebol feminino, mas…” – Iker Casillas, goleiro campeão da Copa do Mundo de 2010.

Nesta sexta-feira (25), Rubiales esteve na Assembleia-Geral Extraordinária e afirmou que permanecerá no cargo de presidente da federação espanhola, cujo mandato vai até 2024. O mandatário discursou perante dirigentes de federações regionais e apresentou uma nova retórica ao afirmar que o beijo em Hermoso foi consentido. Ele apenas pediu desculpas por ter feito um gesto obsceno em direção às tribunas.

– Me disseram que o melhor é que renunciasse. Tem que haver um motivo para te tirarem de um lugar. Um selinho consentido é para me tirar daqui? Quem me conhece sabe que iremos até o fim. Espero que a lei seja cumprida – disse o presidente.

Vale ressaltar que o Conselho Superior do Esporte (CSD), que pertence ao Ministério da Cultura e Esporte da Espanha, iniciou um procedimento para aplicar uma suspensão a Rubiales do cargo de presidente da federação espanhola. O caso já está sendo analisado pelo Tribunal Administrativo do Esporte da Espanha.

Se na Espanha Rubiales ainda não foi punido, na Fifa sim. Ele foi suspenso provisoriamente. O dirigente fica impedido de participar de atividades relacionadas ao futebol em âmbito nacional e internacional por três meses.

Leo Santos
2638 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.