18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Róger Guedes, do Corinthians, volta a alfinetar o técnico Vitor Pereira

Róger Guedes segue na bronca com Vitor Pereira
Róger Guedes segue na bronca com Vitor Pereira. Foto: IMAGO / Fotoarena

Parece que os jogadores do Corinthians ainda não superaram a saída do técnico Vitor Pereira para o Flamengo. Principalmente pela forma que aconteceu. Vitor afirmou publicamente que estava deixando o clube paulista para cuidar da família em Portugal, mas semanas depois fechou com o Rubro-Negro. O atacante Róger Guedes, artilheiro do Paulistão, voltou a alfinetar o treinador, em participação no podcast “PodPah”.

Conheça os melhores sites de aposta esportiva

– A gente ficou feliz de saber que era ele (Fernando Lázaro, o novo técnico). Mas a gente ficaria feliz só de saber que o outro já tinha saído também, a gente já estava feliz com isso. Não precisa negar, não precisa mentir na frente das câmeras. O ambiente agora é maravilhoso, é resenha, antes não tinha – afirmou.

Em seguida, fez uma espécie de comparação entre Fernando Lázaro e Vitor Pereira:

– Eles não devem satisfação, ele que manda, é hierarquia, mas tudo tem um convívio, é falar, conversar. No começo do ano, o Fernando chegou em mim e falou: sei como é o seu temperamento, te entendo, sei que talvez você vai sair bravo de algum jogo. Não vou ficar p… com você porque entendo você. Tanto que nas vezes que saí bravo no ano passado ele concordou comigo.

No Flamengo, Vitor Pereira vem enfrentando dificuldades. Perdeu a Supercopa do Brasil para o Palmeiras, e caiu na semifinal do Mundial de Clubes para o Al Hilal, da Arábia Saudita. Nesta terça-feira, o treinador tem a oportunidade de conquistar o seu primeiro título no Rubro-Negro. Às 21h30, o Flamengo enfrenta o Independiente Del Valle, no Maracanã, no jogo de volta da Recopa Sul-Americana.

O Flamengo precisa vencer por dois gols de diferença para ser campeão sem precisar de prorrogação.

Leo Santos
2620 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.