18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Pressionado na Roma, Mourinho afirma que recusou ‘oferta mais louca da história’

Mourinho, por ora, segue na Roma
Mourinho, por ora, segue na Roma. Foto: IMAGO / ABACAPRESS

Antes do duelo entre Roma e Frosinone, que foi disputado neste domingo (1), pela sétima rodada do Campeonato Italiano, o técnico José Mourinho revelou ter recebido a “oferta mais louca da história”. Ele quis seguir na Roma, mas agora se vê em uma situação complicada. Pela falta de resultados no início de temporada, o treinador português está pressionado no cargo, mas disse que não aceita ser visto como um problema para o time.

Saiba como apostar em jogos de futebol

– No verão (europeu) recebi a maior oferta da minha vida, a oferta mais louca da história do futebol. E recusei. Três meses depois parece que sou um problema. Não aceito isso. Até junho de 2024 vou estar aqui trabalhando e lutando. Só uma pessoa pode me dizer que acabou tudo antes de 30 de junho: é o senhor Dan Friedkin (presidente da Roma). Sou a mesma pessoa, esteja em fim de contrato ou com um vínculo de 10 anos – disse o técnico.

De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Fabrizio Romano, o Al-Hilal acenou com uma proposta de 30 milhões de euros (cerca de R$ 159 milhões) anuais para tirar o português da Roma. Com a recusa, o clube saudita fechou a contratação do compatriota Jorge Jesus.

Na Série A italiana, a Roma tem apenas duas vitórias em sete jogos disputados até o momento. Apesar dos maus resultados, Mourinho está em sua terceira temporada pelo clube. Ele conquistou o título da Conference League 2021/22 e terminou com o vice-campeonato da Europa League 2022/23.

A Roma venceu o Frosinone neste domingo por 2 a 0 com gols de Lukaku e Pellegrini.

Leo Santos
2563 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.

Artigos mais recentes

Giroud anuncia aposentadoria da seleção francesa após a disputa da Euro

Vasco sonha com o retorno do meia Philippe Coutinho