18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Permanência de Pia na seleção é colocada em xeque

2nd August 2023, Melbourne Rectangular Stadium, Melbourne, Australia; FIFA Womens World Cup Group F Football, Jamaica ve
Créditos: IMAGO / Action Plus

Treinadora sueca tem contrato com a CBF até o meio do ano que vem.

Após a traumática eliminação do Brasil na Copa do Mundo Feminina 2023 vem o questionamento sobre a treinadora. Será que a sueca Pia Sundhage vai continuar no comando da seleção? Ela está no cargo desde 29 de julho de 2019.

Ainda na Austrália, logo após o empate de 0 a 0 com a Jamaica, no Grupo F, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues foi perguntado sobre esta questão. Esta informação foi trazida pelo site do GE. A apuração do portal informou que o dirigente irá analisar a troca ou não da profissional quando estiver com a cabeça fria, dias depois da precoce eliminação.

Já na entrevista coletiva feita após o jogo no Melbourne Rectangular, na Austrália, a mesma pergunta foi feita para a Pia. Ela prontamente respondeu.

“Quanto a mim, o meu contrato se encerra no dia 30 de agosto do ano que vem”, disse a treinadora. Antes de o acordo com a CBF chegar ao fim, ela ainda tem a disputa dos Jogos Olímpicos de Paris, na França. Esta competição será disputada no dia 26 de julho a 11 de agosto.

Em relação ao jogo contra a Jamaica, realizado às 8h desta quarta-feira, 3 de agosto, Pia analisou a eliminação.

“É muito triste. A gente tinha muitas expectativas. Começamos bem a Copa do Mundo Feminina, mas aqui estamos. Elas (Jamaica) jogaram bem e a gente não conseguiu mudar essa situação. Temos que encarar os resultados.”

Zagueira tem opinião forte

Na zona mista, em conversa com os jornalistas, a zagueira Rafalle, uma das atletas mais experientes do grupo, falou sobre uma possível troca de comando.

“Eu acho que temos que pensar o que é melhor para o futebol feminino. Se tiver alguém com mais condições, com mais qualidade, o futebol feminino merece isso.”

Pia vem sendo bastante criticada pelos torcedores e também pelos analistas esportivos. Na visão deles, a treinadora demorou bastante para fazer as alterações em momentos importantes contra as jamaicanas.

Outra veterana do Brasil, a lateral Tamires adotou um tom mais ameno, parecido com o da presidente da CBF.

“Quando se ganha, se ganha todo mundo. Quando perde, perde todo mundo. Acreditamos até o fim nessa comissão. Não cabe a mim avaliar essa situação. Deixa a gente esfriar a cabeça um pouco, superar a desclassificação e pensar nos próximos passos”, afirmou.

A Copa do Mundo Feminina não para

A Seleção Brasileira foi eliminada, mas ainda há muito jogo para ser disputado. O Mundial Feminino acontece até o dia 20 de agosto, quando será disputada a grande final, no Sydney Football Stadium, na Austrália.

Agora, a próxima fase da competição é as oitavas de final. As partidas dos próximos dias são as seguintes:

  • Suíça x Espanha
  • Holanda x África do Sul
  • Japão x Noruega
  • Suécia x Estados Unidos
  • Austrália x Dinamarca
  • França x 2º colocado do Grupo H (Colômbia, Alemanha ou Marrocos)
  • Inglaterra x Nigéria
  • 1º colocado do Grupo H (Colômbia, Alemanha ou Marrocos) x Jamaica

Para continuar acompanhando os jogos da Copa são três os canais de transmissão. São eles: Globo, na televisão aberta, Sportv, na televisão fechada, e a CazéTV, no Youtube e na Twitch.

Leandro Gaignoux
326 artigos
Graduado em 2013, Leandro é um jornalista apaixonado por esportes. Iniciou sua trajetória profissional na Super Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, no Departamento de Esportes, em 2011, ainda como estagiário. Dois anos mais tarde, trabalhou na editoria de Cidade/Geral do Portal Manchete On-line. Desde 2017, atua como redator no fascinante mundo das apostas esportivas. Começou a colaborar para o Apostagolos em 2022.

Artigos mais recentes

Cesc Fàbregas assume como técnico do Como, da Itália

Antônio Carlos Zago não é mais o técnico da seleção boliviana