18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Palmeiras vence o Cerro Porteño, de virada, e se recupera na Libertadores

Rafael Navarro marcou o segundo gol do Palmeiras
Rafael Navarro marcou o segundo gol do Palmeiras. Foto: IMAGO / TheNews2

Foi sofrido, mas o Palmeiras conseguiu vencer o Cerro Porteño (PAR) por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, no Morumbi. O Alviverde se recuperou no Grupo C, já que havia perdido o primeiro jogo para o Bolívar (BOL), fora de casa. Agora, todos os times da chave tem três pontos. O Palmeiras é o lanterna por conta do saldo de gols ruim. Os gols do time do técnico Abel Ferreira, nesta quinta, foram marcados por Gustavo Gómez e Rafael Navarro.

Saiba como apostar em jogos de futebol

Foi uma atuação bem abaixo do Palmeiras. O time teve a bola, mas não conseguiu criar muito. Já os paraguaios conseguiram explorar muito bem os contra-ataques. E abriram o placar com Bobadilla ainda no primeiro tempo.

O Palmeiras conseguiu a virada no segundo tempo mais na vontade, do que na qualidade. Em dois lances de bola jogada na área, dois gols. Primeiro com Gómez, depois com Navarro que aproveitou a assistência do zagueiro: 2 a 1 e alívio para a torcida alviverde, que lotou o Morumba.

– O primeiro tempo não foi a nossa equipe, entrou muito mole, não competiu, não fez aquilo que a gente tinha combinado na preleção. Se na Libertadores a gente não competir, os adversários vão passar por cima e atropelar, foi o que o Cerro fez. No segundo tempo, a gente competiu, fez nosso jogo e buscou o resultado. Se a gente não consegue essa virada ia complicar na Libertadores – opinou o atacante Dudu.

– Não entramos bem no jogo, os primeiros 15 minutos tomamos o gol muito rápido e ficamos um pouco desorganizados, mas no segundo tempo arrumamos o time e conseguimos uma justa virada – disse Gómez.

O Palmeiras volta a campo neste domingo, às 16h, no Maracanã, para enfrentar o Vasco da Gama, pelo Brasileirão.

Leo Santos
2711 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.

Artigos mais recentes

Internacional mira Roger Machado para o lugar de Eduardo Coudet