18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Montoya aposta em Hamilton em duelo de pilotos britânicos no GP da Inglaterra

Juan Pablo Montoya
Juan Pablo Montoya fala sobre o GP da Inglaterra. Foto: IMAGO / Icon SMI

Uma das atrações do fim de semana do Grande Prêmio da Inglaterra será a disputa particular entre Lewis Hamilton e George Russell. Os dois pilotos da Mercedes correrão em casa – ambos são britânicos.

Trata-se de um duelo de gerações. Hamilton, aos 37 anos, contra Russell, de 24. Na mira dos dois, uma boa corrida diante dos fãs domésticos. Na impossibilidade de vencerem os carros da Red Bull e da Ferrari, mais rápidos, levar a melhor sobre o companheiro de equipe pode ser o melhor resultado possível para ambos.

Em entrevista, o ex-piloto da Fórmula 1 Juan Pablo Montoya aposta suas fichas no heptacampeão. O colombiano, que venceu a corrida em Silverstone em 2005, enxerga Hamilton com mais chances de terminar à frente.

– Ambos estarão correndo em casa. Eu acho que George Russell pode ser mais rápido no treino classificatório. Mas em termos de corrida, Hamilton ainda tem o conhecimento e a experiência para, especialmente se for um dia quente, administrar melhor os pneus e maximizar o ritmo de prova com esses pneus.

Uma vitória de Lewis Hamilton em casa daria à lenda um dos poucos recordes da Fórmula 1 que ele ainda não detém isoladamente: o de piloto com mais vitórias em uma única pista. Atualmente, ele soma oito vitórias em Silverstone e está empatado com Michael Schumacher, que soma oito bandeiradas em primeiro lugar no Grande Prêmio da França.

Mas o cenário para isso precisa ser extraordinário, acredita Montoya. Por mais que Hamilton esteja motivado pelo fato de estar correndo em casa e pela aparente evolução da Mercedes – o piloto terminou a etapa passada, no Canadá, em terceiro -, ele ainda está atrás de Red Bull e Ferrari.

O ex-piloto colombiano acredita que os carros da equipe italiana virão fortes, especialmente com Charles Leclerc, mas ainda vê o favoritismo para Max Verstappen:

– Meu dinheiro vai no Max. Se eu tivesse de apostar, seria primeiro nele, depois no Leclerc. Se eu for apostar na surpresa, iria no Hamilton. Se tem alguém que pode surpreender em Silverstone, é ele. Hamilton é um daqueles caras para quem correr em casa é especial. Ele já venceu em Silverstone muitas vezes e, por alguma razão, mesmo quando as coisas parecem ir mal, ele teve a sorte ao lado dele nessa corrida.

No fim das contas, o cenário mais realista é imaginar uma boa briga entre os pilotos ingleses da Mercedes. Até o momento, com nove etapas do Mundial disputadas, é a nova geração quem está levando a melhor. George Russell chama a atenção no primeiro ano a bordo de um carro de ponta pela consistência. Ele conseguiu finalizar todas as corridas, sempre entre o terceiro e o quinto lugar.

Tanta regularidade coloca Russell em quarto no Mundial de pilotos, atrás apenas de Max Verstappen, Sergio Perez e Charles Leclerc. Ele soma 111 pontos.

Lewis Hamilton, por sua vez, possui resultados mais inconstantes na temporada até aqui. Tanto que é o sexto na classificação, com 77 pontos. De nove corridas, terminou à frente de George Russell em apenas duas.

Provavelmente é a segunda disputa interna mais interessante neste momento na Fórmula 1. Perde apenas para Max Verstappen e Sergio Perez. Eles são primeiro e segundo colocados no Mundial e o mexicano tem conseguido correr bem próximo do atual campeão mundial. A dúvida que paira no paddock é se a Red Bull vai deixar os pilotos competirem em igualdade.

– Tem sido incrível. Max está fazendo um trabalho maravilhoso e Checo este ano parece realmente ter dado um passo à frente. Ano passado ele fez um trabalho muito bom como segundo piloto. Já neste ano, ele conseguiu ser pole position e até mesmo vencer. Ele parece estar muito forte. Dá gosto de ver.

Diana Figueiredo
147 artigos
Diana Figueiredo é jornalista há mais de 15 anos, carioca e, atualmente, mora em Paris, na França Trabalhou no Jornal Extra e no Jornal O Globo de ...

Artigos mais recentes