18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Maior ídolo da história do Vasco, Roberto Dinamite morre aos 68 anos

Roberto Dinamite é o maior ídolo da história do Vasco
Roberto Dinamite é o maior ídolo da história do Vasco. Foto: IMAGO / Fotoarena

Mais um grande nome do futebol brasileiro nos deixou. Morreu neste domingo, aos 68 anos, Roberto Dinamite, o maior ídolo da história do Vasco da Gama. Dinamite lutava contra um tumor no intestino desde 2021. Ele teve uma piora significativa no sábado, foi internado em um hospital da Zona Oeste do Rio de Janeiro, mas não resistiu.

Roberto Dinamite marcou 708 gols em 1.110 jogos com a camisa do Vasco e é o maior artilheiro da história do clube. Ele também é o maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro com incríveis 190 gols. Com a camisa do Cruz-Maltino, Dinamite foi campeão do Brasileirão de 1974 e dos Cariocas (1977, 1982, 1987, 1988 e 1992).

O apelido de Dinamite surgiu em 25 de novembro de 1971, no Maracanã. Dinamite, então com 17 anos, fazia a sua estreia com a camisa do Vasco. Marcou um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre o Internacional e foi chamado de “Garoto-dinamite” pelo Jornal dos Sports. Não deu outra. O apelido pegou.

Além do Vasco da Gama, Roberto Dinamite também defendeu o Barcelona (ESP), a Portuguesa e o Campo Grande.

Roberto Dinamite tornou-se presidente do Vasco em 2008. Comandou o Cruz-Maltino em dois mandatos (até 2013). Como mandatário do clube, Roberto conquistou o título da Copa do Brasil de 2011, mas amargou dois rebaixamentos (2008 e 2013).

Apesar da passagem pelo Vasco ruim como dirigente, Roberto Dinamite jamais deixou de ser ídolo do clube. Prova disso é que, em outubro de 2021, um programa de financiamento coletivo arrecadou R$ 190 mil dos vascaínos para a construção de uma estátua em São Januário em homenagem ao craque. Ela foi inaugurada em abril de 2022 com uma festa espetacular.

Seleção Brasileira

Com a camisa da Seleção Brasileira, Roberto Dinamite disputou duas Copas do Mundo (1978 e 1982). Foram 26 gols com a Amarelinha. Na Copa do Mundo de 1978, na Argentina, Roberto marcou três gols em cinco jogos pela Seleção Brasileira. Em 1982, ele foi reserva e acabou não sendo utilizado por Telê Santana.

Roberto Dinamite - maio - 2024
Roberto Dinamite defendeu a Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo. Foto: IMAGO / Ferdi Hartung

Amizade com Zico

Apesar da rivalidade em campo, Roberto Dinamite tinha uma grande amizade com Zico (ídolo do Flamengo). Em entrevista concedida recentemente ao “Charla Podcast”, Dina falou sobre o assunto:

– O Zico pra mim é o maior jogador da minha geração. Eu tenho o maior carinho e maior respeito pelo Zico. Nós começamos juntos nas categorias de base. Até me emociono com isso (…) Eu não chamo o Zico de Zico. Eu chamo o Zico de Galo. E ele me chama de Bob. É uma relação diferente. A gente não precisava falar mal um do outro para ter 100 mil pessoas no Maracanã.

Homenagens

Roberto Dinamite recebeu diversas homenagens nas redes sociais. As maiores homenagens, obviamente, foram do Vasco da Gama. Mas os grandes rivais do Cruz-Maltino, no Rio de Janeiro e no Brasil, também prestaram condolências, assim como a CBF. O Vasco decretou um luto de sete dias.

Leo Santos
2572 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.