18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Jogadoras da Nigéria cobram pagamentos da federação local

- junho - 2024
IMAGO / AAP

Valores cobrados são referentes ao ano de 2021, antecedendo a Copa do Mundo Feminina

A Nigéria foi eliminada da Copa do Mundo Feminina 2023 pela Inglaterra nas oitavas de final. Agora, a seleção africana vai entrar em ação em outra disputa. As jogadoras cobraram à sua federação local. Elas alegam que não receberam o pagamento de viagens e custos que antecederam a disputa na Oceania, ainda no ano de 2021.

As nigerianas optaram por manter o caso no anonimato na participação no torneio da FIFA não atrapalhar o desempenho em campo. Para ganhar força em sua solicitação, elas recorreram à Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro).

“Durante a Copa do Mundo, os jogadores expressaram o desejo de manter o foco em seu desempenho sem fazer declarações públicas ou enfrentar outras distrações. No entanto, as Super Falcões acreditam que chegou a hora de a Federação de Futebol da Nigéria honrar seus compromissos e pagar os valores pendentes”, diz a nota enviada pela entidade.

Ainda na nota, a FIFPro fez duras críticas para a federação local que gere o futebol nigeriano.

“A equipe está extremamente frustrada por ter que buscar a Federação de Futebol da Nigéria para esses pagamentos antes e durante o torneio e pode ter que continuar fazendo isso depois. É lamentável que os jogadores precisassem desafiar sua própria federação em um momento tão importante de suas carreiras”.

Campanha da Nigéria na Copa do Mundo Feminina 2023

A seleção da Nigéria estava no Grupo G. Na estreia, ela empatou sem gols com o Canadá – atual equipe campeã olímpica.  Na segunda rodada, o confronto foi diante da Austrália, dona da casa. As nigerianas fizeram um jogaço e conseguiram uma vitória que ficou marcada na história. O placar foi de 3 a 2. Já na terceira e última jornada veio o segundo empate da primeira fase. Esta igualdade também foi de 0 a 0 contra a Irlanda.

Ao fim da fase de grupos, a representante da África ficou na segunda colocação. Com isso, nas oitavas de final, o adversário foi a Inglaterra – atual campeã da Eurocopa, conquistada em 2022, em solo britânico.

Na etapa eliminatória da Copa do Mundo Feminina, as africanas fizeram um duelo bem disputado. O jogo ficou no 0 a 0 no tempo normal e também na disputa da prorrogação. Os pênaltis foram necessários para ver quem ia avançar para as quartas de final. Nas cobranças, as inglesas venceram com placar de 4 a 2.

Apesar da eliminação, algumas jogadoras merecem ser destacadas por conta do desempenho apresentado em campo. São os casos da goleira Nnadozie, a meio-campista Kanu, a lateral Alozie e a atacante Onumonu.

O Mundial continua

A Copa do Mundo Feminina de 2023 está nas quartas de final. Os próximos duelos serão os seguintes:

·         Espanha x Holanda – quinta-feira (10), às 22h, horário de Brasília

·         Japão x Suécia – sexta-feira (11), às 4h30

·         Austrália x França – sábado (12), às 4h

·         Inglaterra x Colômbia – sábado (12), às 7h30

A final da competição vai ser no dia 20 de agosto, no Estádio Olímpico de Sidney, na cidade de mesmo nome, na Austrália.

Leandro Gaignoux
302 artigos
Graduado em 2013, Leandro é um jornalista apaixonado por esportes. Iniciou sua trajetória profissional na Super Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, no Departamento de Esportes, em 2011, ainda como estagiário. Dois anos mais tarde, trabalhou na editoria de Cidade/Geral do Portal Manchete On-line. Desde 2017, atua como redator no fascinante mundo das apostas esportivas. Começou a colaborar para o Apostagolos em 2022.