18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Jogadora histórica dos EUA critica seleção: “Arrogantes”

KANSAS CITY, KS - OCTOBER 21: United States forward Carli Lloyd (10) after a friendly soccer match between Korea Republi
IMAGO / Icon Sportswire

Declaração de Carli Lloyd foi dada antes mesmo da eliminação para a Suécia na Copa do Mundo Feminina 2023.

A principal seleção feminina de futebol, os Estados Unidos, está eliminada da Copa do Mundo de 2023. Este fato aconteceu na manhã deste domingo (6), após o empate de 0 a 0 com a Suécia no tempo normal e na prorrogação.

A eliminação foi nas disputas de pênaltis. Sem dúvida alguma, este resultado é surpreendente. Não era esperado que as atuais campeãs mundiais e recordistas de títulos dessem adeus precocemente na Oceania. Foi a primeira vez na história que os EUA caíram antes das quartas de final. 

Para a Carli Lloyd, jogadora norte-americana histórica, o seu país foi arrogante dentro de campo.

“Pensamos que podemos simplesmente entrar e vencer jogos. E esse não é mais o caso e as equipes veem isso. Elas veem a arrogância dos EUA, sabem que esse time não é mais imparável”, disse a atleta em entrevista dada para  o canal Fox Sports. Esta declaração foi dada antes da disputa das oitavas de final, contra as suecas, na Austrália, no Melbourne Retangular Stadium.

Diante destes comentários fortes, o técnico da seleção Vlatko Andonovski não teve outra saída a não ser defender o seu elenco de jogadoras.

“Para alguém questionar os padrões e a mentalidade desta equipe, após tudo o que fazem, primeiro, não acho que seja a hora certa para isso e, segundo, não acho que seja a coisa certa também. A gente aceita que poderíamos ter saído se a bola batesse no travessão. Mas tem o fato de estarmos dentro, ok que tivemos sorte, mas estamos seguindo em frente. Então, agora faremos o possível para que essa mesma situação não aconteça”, comentou em entrevista coletiva antes do jogo com a Suécia.

Vale lembrar que os Estados Unidos poderiam ter sido eliminados ainda na fase de grupos. Na terceira e última rodada com Portugal, as portuguesas tiveram uma bola na trave, nos minutos finais do segundo tempo. Se o gol tivesse saído, as representantes do Tio Sam teriam caído fora.

Copa do Mundo Feminina 2023

A campanha americana na Oceania é considerada por torcedores e analistas esportivos como vexatória. Os Estados Unidos se classificaram para o mata-mata na segunda colocação do Grupo E. A campanha na primeira fase foi de uma vitória e dois empates. Foram quatro gols feitos e apenas um sofrido.

Na rodada de estreia, as americanas ganharam de 3 a 0 do Vietnã. Depois, diante da Holanda, na reedição da final de 2019, elas ficaram no empate de 1 a 1. Já na última jornada, os EUA não conseguiram sair do 0 a 0 diante de Portugal.

E agora?

As americanas já têm o próximo compromisso marcado. Elas vão fazer um amistoso com a África do Sul – que também estava na Oceania –. Este jogo será no dia 21 de setembro deste ano, no TQL Stadium, em Cincinnati, no estado de Ohio. Em seguida, dia 24, o confronto irá se repetir, só que desta vez na cidade de Chicago.

Leandro Gaignoux
326 artigos
Graduado em 2013, Leandro é um jornalista apaixonado por esportes. Iniciou sua trajetória profissional na Super Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, no Departamento de Esportes, em 2011, ainda como estagiário. Dois anos mais tarde, trabalhou na editoria de Cidade/Geral do Portal Manchete On-line. Desde 2017, atua como redator no fascinante mundo das apostas esportivas. Começou a colaborar para o Apostagolos em 2022.