18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Inglesa pede desculpa à adversária por pisão nas oitavas da Copa

- abril - 2024
IMAGO / NurPhoto

Suspensa, Lauren James não poderá estar em campo nas quartas de final contra a Colômbia

A Inglaterra é uma das oito seleções classificadas para a disputa das quartas de final da Copa do Mundo Feminina 2023. As inglesas são vistas por muitos analistas e também pelas casas de apostas como favoritas ao seu primeiro título do torneio da FIFA. Agora, elas encaram as colombianas. Para este duelo, a seleção britânica não terá uma das suas principais jogadoras: a atacante Lauren James.

A jogadora inglesa, de 21 anos, cumprirá suspensão. Ela deu um pisão nas costas da adversária, nas oitavas de final, e levou o cartão vermelho. Este jogo foi disputado na última segunda-feira (7), às 4h30, horário de Brasília, no Brisbane Stadium, na cidade de mesmo nome, na Austrália.

“Todo meu amor e respeito para Michelle Alozie. Peço desculpas pelo que aconteceu.  Também para os torcedores da Inglaterra e minhas companheiras: jogar com e por vocês é a minha maior honra e prometo que vou aprender com essa experiência”, disse Lauren James em comunicado nas redes sociais.

Lauren está com três gols marcados até o momento, dois a menos que a artilheira e meio-campista japonesa Miyazawa.

O duelo das quartas de final entre Inglaterra x Colômbia será realizado neste sábado, 12 de agosto. A bola rola a partir das 7h30, no horário de Brasília, no Estádio Olímpico de Sidney, na cidade de Sidney, também na Austrália. Este jogo contará com transmissão no FIFA+ e também na CazéTV. O canal do streamer carioca Casimiro Miguel está presente no Youtube e também na Twitch. Nas duas opções, a transmissão é totalmente gratuita.

Do outro lado do duelo

A Colômbia está fazendo história. A atual vice-campeã da Copa América é a única seleção da América do Sul viva na Copa do Mundo Feminina 2023. Vale lembrar que na fase de grupos, as colombianas ganharam da poderosa Alemanha, pelo placar de 2 a 1.

“Uma equipe que busca a toda hora ganhar as partidas porque gostamos. Gostamos de ganhar porque somos competitivos. Estamos representando toda a América. O futebol nos dá o privilégio de estar nessa situação. Orgulhosamente somos o corpo técnico representando toda a América do Sul”, falou o técnico Nelson Abdia em entrevista coletiva depois da vitória de 1 a 0 sobre a Jamaica nas oitavas de final.

Abadia também fez questão de enaltecer o seu grupo de jogadoras que está no Mundial Feminino da Austrália e da Nova Zelândia.

“Tem um significado muito especial. Quando nos classificamos dissemos que não viríamos para participar e sim para fazer história. Traríamos as 23 melhores jogadoras do país e sei da fortaleza mental que têm. Sabemos do grupo que temos”, concluiu o comandante colombiano.

Dentro das quatro linhas, duas jogadoras merecem ser destacadas. Uma é a atacante Linda Caicedo, de 18 anos. Ela defende o Real Madrid, da Espanha, e é considerada um dos grandes nomes para o futuro do futebol feminino. Outra atleta é a também atacante Catalina Usme.

Leandro Gaignoux
303 artigos
Graduado em 2013, Leandro é um jornalista apaixonado por esportes. Iniciou sua trajetória profissional na Super Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, no Departamento de Esportes, em 2011, ainda como estagiário. Dois anos mais tarde, trabalhou na editoria de Cidade/Geral do Portal Manchete On-line. Desde 2017, atua como redator no fascinante mundo das apostas esportivas. Começou a colaborar para o Apostagolos em 2022.

Artigos mais recentes