18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Grêmio deve ser punido por invasão de torcedores após derrota para o Palmeiras

Torcedores do Grêmio invadiram o gramado da Arena
Torcedores do Grêmio invadiram o gramado da Arena. Foto: Reprodução TV Globo

A situação do Grêmio no Campeonato Brasileiro é delicadíssima, e deve ficar ainda mais. Após a derrota de 3 a 1 para o Palmeiras, no último domingo (31/10), na Arena, torcedores do Tricolor Gaúcho invadiram o gramado, entraram em confronto com seguranças e destruíram o que viram pela frente, até a cabine do VAR. O que deve resultar numa punição pesada ao clube: a perda de mando de campo de até dez jogos, além de uma multa.

Saiba como apostar no Brasileirão

O caso enquadra no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de “invasão de campo”. O Grêmio também pode ser punido por atos de racismo de seus torcedores. Vídeos com as cenas lamentáveis estão circulando na Internet.

– A questão da perda de mando de campo só é dada quando levada em conta a gravidade nos fatos. Nesse caso óbvio que houve gravidade. Há uma tendência. A Procuradoria vai denunciar. Pretende que o Grêmio seja punido com perda do mando de campo, mas obviamente que eu faço a denúncia e o julgamento cabe aos auditores – disse o procurador do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, ao site “Globoesporte.com”.

O STJD fez a denúncia nesta segunda-feira. O lateral-direito Rafinha também foi denunciado. Ele não estava em campo, mas, como espectador, ofendeu o árbitro Sávio Pereira Sampaio.

Com apenas 26 pontos em 27 jogos, o Grêmio ocupa a vice-lanterna do Brasileirão. São seis pontos atrás do Bahia, primeiro time fora da zona de rebaixamento. Vale frisar que o Tricolor Baiano tem dois jogos a mais do que o Grêmio.

Confira a nota oficial do Grêmio sobre a ação de seus torcedores:

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa que está empregando todos os esforços necessários para, além de quem já foi reconhecido e apresentado aos órgãos competentes, identificar os demais transgressores em relação ao evento ocorrido ao final da partida entre Grêmio e Palmeiras, na Arena, deixando a critério das autoridades legitimadas para tanto, que os infratores sejam punidos na forma da lei.

O Grêmio, habitualmente engajado em ações e campanhas de conscientização contra qualquer tipo de violência e discriminação, não compactua com atos cometidos por pequena parcela dos presentes na partida de ontem.

Reitera-se que o Clube não irá se furtar de tomar as medidas internas cabíveis, após a apuração e a responsabilização dos indivíduos envolvidos no episódio.

Por fim, o Grêmio renova o seu compromisso com o estrito cumprimento das leis e com a manutenção da ordem pública, permanecendo à disposição e atuando proativamente”.

No Palmeiras, o clima é de empolgação após mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. O Alviverde chegou a 52 pontos, assumiu a vice-liderança e ficou a sete do líder, Atlético-MG.

– Dou mérito aos que ganham e aos que perdem, e nosso adversário trabalhou muito para ganhar, mas encontrou um Palmeiras muito forte e muito consistente – avaliou o técnico Abel Ferreira, após a partida.

De acordo com informações do matemático Tristão Garcia, o Atlético-MG tem 88% de chances de título. O Palmeiras tem 4% e o Flamengo, terceiro colocado, 8%.

Abaixo, mais trechos da entrevista de Abel Ferreira, técnico do Palmeiras.

Palmeiras no Brasileirão“Vamos manter a mesma linha. Jogo a jogo, cada jogo somar os três pontos, esta era nossa vontade, nossa missão, montamos um bom plano de jogo, os jogadores entraram focados no que tinham de fazer. Coragem para assumir riscos, sabemos que é difícil jogar contra o Grêmio, em um momento de pressão. É difícil manter o sarrafo alto. Exige de nós uma dedicação, porque é uma grande equipe, grande torcida e vive muita pressão, e repito como é difícil manter o sarrafo alto”.

Elenco à disposição“Uma coisa é quando o elenco está todo à disposição e o treinador pode escolher. Assim somos muito fortes, mas quando perdemos jogadores por lesões e convocações ficamos menos fortes. Todos somos um, vamos ficar nem no 8 nem no 80, porque amanhã vão começar a falar que o Palmeiras é o favorito, e o Palmeiras não é favorito a ganhar o próximo jogo. Só. Trabalhar com humildade, mentalidade vencedora”.

A entrevista completa:

Os resultados de sábado e domingo do Brasileirão:

Leo Santos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.