18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Fluminense vence o Vasco por 2 a 1, no Maracanã, e sobe na tabela do Brasileirão

Ganso deixou o dele na vitória do Fluminense, a primeira do Tricolor no Brasileirão
Ganso deixou o dele na vitória do Fluminense, a primeira do Tricolor no Brasileirão. Foto: Andre Paes / Alamy Stock Photo

O Fluminense conquistou neste sábado, no Maracanã, a sua primeira vitória no Brasileirão. O triunfo foi sobre o rival Vasco: 2 a 1. Ganso e Martinelli marcaram os gols do Tricolor. Vegetti fez o único gol do Cruz-Maltino. Com o resultado, o Flu chegou a quatro pontos e subiu na tabela. Ocupa agora a oitava colocação. O Vasco se manteve com três pontos e é o 13º.

Saiba como apostar em jogos de futebol

O Fluminense, vale frisar, não vencia um clássico carioca há 13 jogos. O Tricolor abriu o placar com Ganso, de cabeça, no primeiro tempo. Ampliou com Martinelli no segundo. O Vasco diminuiu logo depois com Vegetti, também de cabeça. E o argentino esteve perto de empatar, não fosse um impedimento.

O Vasco reclama de um pênalti não marcado. A bola bateu no braço do zagueiro Manoel dentro da área. Reclama também da não expulsão de Paulo Henrique Ganso.

– Não é para ser polêmico, mas Vegetti bate e pega na mão. E foi pênalti claro, muito claro. Não sei por que o árbitro não marcou. Ao longo da rodada, vocês vão ver situações muito semelhantes e vão marcar o pênalti. Não quero ser polêmico, quero ser justo. O Vasco faz um esforço enorme com contratações e com seu público. Não há polêmica, mas foi muito claro – afirmou Ramón Díaz, técnico do Vasco.

O técnico aproveitou para dar uma provocada na torcida do Fluminense:

– O que me surpreendeu é que num clássico tão importante haja tão pouca gente. Não sei o motivo. É uma lástima. É um espetáculo em que duas equipes têm muita torcida. O Vasco poderia ter enchido. Me surpreendeu, parecia uma pandemia. Gostaria de um estádio cheio. Se o Vasco pudesse ocupar metade do estádio, estaria cheio.

Do lado do Tricolor, Diniz comemorou o fim do jejum.

– É sempre bom ganhar, quebrou os 13 clássicos sem vencer. Essa notícia não dava pra ficar. Muita gente vai ficar triste, não vai dar pra criar caos. Até recapitulando, muito clássico que a gente deixou de ganhar na conta foi por causa da Libertadores, da Recopa. Se tivesse um outro jogo, a gente teria que poupar e poderia ser que não ganhasse. As pessoas gostam de colocar tudo na mesma conta. Vamos ver qual vai ser o próximo assunto para polemizar – disse Fernando Diniz.

Abaixo, os outros resultados deste sábado, do Brasileirão

Grêmio 1 x 0 Cuiabá

Red Bull Bragantino 1 x 0 Corinthians

Atlético-MG 3 x 0 Cruzeiro

Leo Santos
2545 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.