18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Fluminense vence o Flamengo, no Maracanã, no primeiro Fla-Flu do ano

André é perseguido por Gabigol, no primeiro Fla-Flu do ano
André é perseguido por Gabigol, no primeiro Fla-Flu do ano. Foto: Lucas Merçon / Fluminense

Deu Fluminense no primeiro Fla-Flu de 2022. Pela quarta rodada do Campeonato Carioca, no Estádio Nilton Santos, o Tricolor venceu o Flamengo por 1 a 0 com gol marcado por Arias, no finzinho do jogo. Com o resultado, o Fluminense chegou a nove pontos na competição e assumiu a segunda colocação. O Flamengo ficou com sete pontos e é o quarto colocado. Vale frisar que foi o terceiro Fla-Flu seguido vencido pelo Fluminense.

Saiba como apostar em jogos de futebol

– Pra você ver como é o futebol: primeiro tempo corremos atrás do Flamengo e tivemos mais finalizações e melhores contra-ataques. No segundo tempo tivemos mais controle do jogo e finalizamos menos. Por isso que o futebol é essa loucura… É uma vitória que nos traz confiança – avaliou o técnico do Fluminense, Abel Braga.

No primeiro tempo, de fato, o Flamengo foi melhor. Teve, pelo menos, duas chances claríssimas de marcar. A primeira delas com Gabigol que, já na área, finalizou para grande defesa de Marcos Felipe. A segunda foi com De Arrascaeta. Ele recebeu belo passe de Gabi, mas finalizou pra fora. O Fluminense chegava nos contra-ataques. Mas assustou o goleiro Hugo Souza apenas uma vez com um chute fora da área. Hugo fez uma bela defesa.

O clássico, como sempre é, foi bem pegado. Muitos cartões amarelos e dois vermelhos (para Vitinho, do Flamengo, e Calegari, do Fluminense, no segundo tempo). O segundo tempo, aliás, teve muito pouco jogo. Muitas faltas, e pouca bola rolando. O Flamengo, que teve um pênalti anulado pelo VAR no primeiro tempo, no segundo teve um gol anulado. Gol marcado por Gabigol que, segundo o VAR, estava em impedimento.

O Fluminense, que seguiu chegando pouco no segundo tempo, marcou o gol no finalzinho, aos 43 minutos. Cruzamento na área e Arias, de cabeça, colocou para a rede. O goleiro Hugo Souza, do Flamengo, desta vez falhou feio. Nos acréscimos, o Flamengo ainda teve duas chances claríssimas para empatar. Primeiro com Gabigol. Marcos Felipe fez milagre. Depois, com o jovem Lázaro. Marcos Felipe, novamente, fez uma defesa impressionante. E ficou nisso: 1 a 0 Fluminense.

Nota triste: O atacante Gabigol, do Flamengo, afirma ter sido vítima de racismo no clássico. Quando saía do campo para o intervalo, o jogador, ao que parece, foi chamado de macaco por um torcedor do Fluminense. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento. O Rubro-Negro se manifestou nas redes sociais.

Paulo Sousa defende Hugo

O técnico Paulo Sousa, que teve a sua primeira derrota no comando do Flamengo, saiu em defesa do goleiro Hugo, que falhou feio no gol de Arias.

– Hugo tem e terá prestigio do técnico. Ele está treinando bem. Todos os nosso goleiros estão treinando bem. Não me parece que tenha tido toda a responsabilidade no lance do gol. Primeiro, temos de evitar o cabeceio. É normal que, ao ter substituições no jogo, as mesmas atitudes não sejam tomadas. Quando sofremos gol, não é só o goleiro o responsável. É o time – analisou.

O treinador também defendeu o meia Diego Ribas, bastante criticado pela torcida nas redes sociais por conta da atuação.

– O rendimento dele foi muito bom. Caiu ligeiramente em termos físicos nos minutos finais da primeira parte. Na segunda teve dificuldades, tinha amarelo e sua mobilidade não foi a mesma. E assim decidimos pela substituição. Interpretou bem os espaços, foi bem na pressão alta. Ele, Arrascaeta e Everton se entenderam bem na profundidade, nas triangulações – analisou.

Em uma frase, por fim, Paulo Sousa conseguiu resumir o que foi o Flamengo no clássico:

– Faltou mobilidade ao time, principalmente no segundo tempo. 

O gol do jogo:

Vasco vence o Madureira, fora de casa, e é o líder do Carioca

Com dois gols de Getúlio, e um golaço de Gabriel Pec, o Vasco venceu o Madureira por 3 a 1, fora de casa, e assumiu a liderança do Campeonato Carioca com 10 pontos. O Cruz-Maltino só pode ser ultrapassado na rodada pelo Botafogo, que enfrenta o Nova Iguaçu nesta segunda-feira, às 20h, no Estádio Nilton Santos.

Leo Santos
538 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...