18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Fluminense vence a LDU por 2 a 0 com dois gols de Arias e conquista a Recopa Sul-Americana

Fluminense é o campeão da Recopa
Fluminense é o campeão da Recopa. Foto: IMAGO / Xinhua

O Fluminense é o campeão da Recopa Sul-Americana 2024. O Tricolor venceu a LDU, do Equador, por 2 a 0, no Maracanã, com dois gols do craque colombiano Arias, e conquistou o título pela primeira vez em sua história. Lembrando que o Flu precisava vencer por dois gols de diferença por ter perdido o jogo de ida por 1 a 0 em Quito.

Saiba como apostar em jogos de futebol

O Fluminense espanta de vez o fantasma. A LDU venceu dois títulos em cima do Tricolor. A Libertadores de 2008 e a Sul-Americana de 2009.

E foi um título merecido do Tricolor, que amassou a LDU desde o início. O primeiro gol, no entanto só foi sair na reta final do jogo. Cruzamento na área, e Arias marcou de cabeça. O segundo gol veio logo em seguida. Renato Augusto sofreu pênalti. Arias cobrou com categoria e marcou o segundo.

A pressão do Fluminense era tanta que o time nem sentiu a expulsão do atacante John Kennedy, pouco antes do segundo gol.

Depois do segundo gol, não teve mais jogo. A LDU, muito abaixo tecnicamente do Tricolor, não conseguia chegar ao ataque, mesmo com um homem a mais.

– Dividir com toda essa torcida linda, maravilhosa, essas três cores que traduzem tradição. Esse é o título é de vocês, que vocês continuem a nos acompanhar. Sou muito grato por tudo que vocês fizeram por mim, pela minha carreira e vocês vão estar sempre no meu coração – disse o técnico do Fluminense, Fernando Diniz.

– Eu acho que foi vitória sobretudo da humildade, da coragem e de não se acovardar. Eu acho que as pessoas que comentam desprezam muito quem joga na altitude. O Fluminense fez um grande jogo lá. Esse título começou lá, não foi aqui. Não teve bombardeiro do LDU. O jogo foi muito controlado. Para quem tiver a paciência de assistir e não falar coisas porque teve um monte de cruzamento. Os jogadores foram heróis lá. Dificilmente um time tem mais posse de bola que a LDU lá em Quito, e o Fluminense conseguiu ter posse de bola, quase 60% lá, que foi a nossa melhor forma de se defender – acrescentou.

Leo Santos
2470 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.