18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Fluminense pode ter três desfalques contra a LDU, quinta-feira, no Maracanã, pela Recopa

Fluminense vem de derrota no Fla-Flu
Fluminense vem de derrota no Fla-Flu. Foto: IMAGO / Fotoarena

Após a derrota para o Flamengo, pelo Campeonato Carioca, o técnico Fernando Diniz começa a montar o Fluminense que vai a campo na quinta-feira para enfrentar a LDU, no Maracanã, pelo jogo de volta da Recopa Sul-Americana. Segundo informações do site “Globoesporte.com”, o Tricolor pode ter três desfalques: o zagueiro Marlon, que deixou o Fla-Flu com dores no joelho, e os laterais Samuel Xavier e Marcelo, que não se recuperaram. Samuel tem dores no joelho e Marcelo no tendão.

Saiba como apostar em jogos de futebol

– Não tenho como dizer de maneira muito precisa se vamos poder contar com eles ou não – disse Diniz, sobre Samuel e Marcelo.

Lembrando que o Tricolor precisa vencer por dois gols de diferença para levar o título. Vitória por um gol de diferença leva o jogo para a prorrogação.

A derrota para o Flamengo, segundo Fernando Diniz, foi justa. O Tricolor fez um segundo tempo muito ruim e poderia ter perdido até por uma diferença maior.

– O time no primeiro tempo fez uma partida equilibrada, dentro das condições possíveis. Flamengo mereceu, vitória justa, e a arbitragem não interferiu em nada. Preparamos esse time em um dia só, falando com a fisiologia para saber aqueles que tinham condições de iniciar e ganhar a Taça Guanabara. No primeiro tempo ocorreu tudo dentro do esperado, e tivemos três alterações, mas dois deles, Guga e Marlon, pediram pra sair. Depois que Flamengo fez o primeiro gol, tínhamos mais necessidade de avançar e o Flamengo soube aproveitar – avaliou Diniz.

Pelo menos uma boa notícia. O Fluminense terá a volta do atacante Keno contra a LDU. Ele foi um dos destaques do Tricolor na última temporada.

Leo Santos
2464 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.