18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Flamengo vence o Atlético-MG, de virada, pelo Brasileirão, mas entra em crise; entenda

Arrascaeta foi o destaque do Flamengo no jogo
Arrascaeta foi o destaque do Flamengo no jogo. Foto: IMAGO / Sports Press Photo

Em campo, a semana do Flamengo foi sensacional. Duas vitórias fora de casa em dois jogos complicadíssimos. A segunda, neste sábado, sobre o Atlético-MG por 2 a 1, de virada, na Arena Independência, pelo Brasileirão. Paulinho abriu o placar para o Galo, mas Arrascaeta e Wesley trataram de virar o placar para o Flamengo no finzinho. Festa dos atletas do Flamengo com os poucos torcedores presentes.

Mas o inesperado aconteceu dentro do vestiário, após o jogo e a festa, e a crise parece tomar conta. Pablo Fernández, preparador físico do Flamengo, deu um soco no atacante Pedro. Isso mesmo. Um soco. O argentino não gostou da atitude do jogador que, chateado por não ter entrado no jogo, parou o aquecimento.

No vestiário, Pablo foi cobrar Pedro, que retrucou. Revoltado, o argentino deu um soco no atleta, que machucou a boca. Após a partida, os envolvidos foram para a delegacia. Pedro registrou um boletim de ocorrência contra Fernández.

Saiba como apostar em jogos de futebol

De acordo com informações do site “Globoesporte.com”, o técnico Jorge Sampaoli não tomou partido, o que pegou mal com o elenco. Os jogadores do Flamengo já avisaram que não treinam na segunda-feira, caso Fernández seja mantido na comissão técnica.

O que pode acontecer? A tendência é que Fernández deixe o clube. Sampaoli também está na corda bamba. Até porque já não tem mais clima para ele seguir. Uma reunião neste domingo deve definir o futuro da comissão técnica.

Sobre toda a situação, o atacante Pedro falou o seguinte nas redes sociais:

“Poderia estar aqui falando dos escassos minutos recebidos nos últimos jogos, mas o que aconteceu hoje foi mais grave do que pode acontecer dentro das quatro linhas. Covardemente, sem motivo e inexplicavelmente, fui agredido, com um soco no rosto, por Pablo Fernandez, membro da comissão técnica do Sampaoli. 

A covardia física se sobrepôs diante da covardia psicológica que tenho sofrido nas últimas semanas.

Alguém que se acha no direito de agredir o outro não merece respeito de ninguém. Já passei por muitas provações aqui no Flamengo, mas nada se compara com a covardia sofrida hoje.

Que Deus perdoe uma pessoa que, em pleno 2023, acha que uma agressão física possa resolver qualquer problema. Obrigado JESUS pelo ensinamento, dando a outra face.

Pai e mãe, obrigado pela educação que me deram”.

Lembrando que o Flamengo entra em campo pela Libertadores nesta quinta-feira. O jogo de ida das oitavas de final, contra o Olimpia (PAR), será realizado no Maracanã, às 21h.

Veja como ficou a classificação do Brasileirão

E os últimos resultados

Leo Santos
2572 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.