18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Fittipaldi reacende polêmica e compara títulos de Verstappen aos de Hamilton

Emerson Fittipaldi
Emerson Fittipaldi reancende polêmica na Fórmula 1 Foto: IMAGO / Eibner

Fernando Alonso gerou comoção no mundo da Fórmula 1 nas últimas semanas ao afirmar que os dois títulos mundiais de Verstappen representam mais do que os sete de Lewis Hamilton por terem sido conquistados sobre adversários em condições de disputa mais fortes. O bicampeão ganhou a companhia na polêmica de outro que venceu dois títulos mundiais: Emerson Fittipaldi.

No fim de semana do Grande Prêmio do Brasil, o ex-piloto, em entrevista ao site “Apostagolos”, comparou as conquistas do holandês e a do inglês. E foi outro a colocar os feitos de Max Verstappen num patamar superior:

– É difícil analisar, mas o ponto do Fernando tem mérito porque hoje a Fórmula 1 está extremamente competitiva. Muito mais do que quando Lewis estava vencendo os campeonatos, quando corria apenas contra seu companheiro de equipe. Atualmente, você vê o Max competir contra vários pilotos diferentes. Se você pensar a respeito disso, sim, Fernando está certo. A diferença entre os cinco carros mais rápidos em qualquer qualificação este ano está muito pequena. Muito menor do quando eram Lewis e Nico ou Lewis e Bottas na Mercedes. Eles eram muito superiores aos demais. Agora estão todos muito próximos. Eu gosto assim – afirmou Fittipaldi.

Verstappen, que venceu seu segundo título mundial este ano, bateu em 2022 o próprio Lewis Hamilton, em disputa acirradíssima, até a última corrida da temporada. Este ano, ele foi campeão com quatro corridas de antecedência, tendo como principal adversário Charles Leclerc, da Ferrari. Hamilton, que venceu sete títulos mundiais, foi campeão quatro vezes tendo como principal adversário um companheiro de equipe (Nico Rosberg ou Valtteri Bottas), e outras três vezes um piloto de carro diferente.

Hamilton em casa

A declaração de Emerson Fittipaldi acontece quando Lewis Hamilton está no Brasil, país onde é tão ovacionado quanto em casa, na Inglaterra. O heptacampeão recebeu o título de cidadão brasileiro honorário na Câmara dos Deputados, em Brasília. No fim de semana, vai correr em Interlagos, onde conquistou uma vitória épica ano passado.

Para Fittipaldi, o que explica a ligação tão forte entre Lewis Hamilton e o Brasil é a admiração que compartilham pelo ex-piloto Ayrton Senna, tricampeão da Fórmula 1 e falecido em 1994.

– Desde o começo Hamilton sempre declarou ser um grande fã do Senna e ano passado ele levou a bandeira brasileira ao pódio. Ele tocou os fãs brasileiros com isso. Ele também já visitou o túmulo do Senna durante uma passagem pelo país. Ele presta homenagens ao ídolo. Tudo isso faz com que os brasileiros gostem muito dele.

Talvez o destino queira que a primeira vitória de Lewis Hamilton na temporada aconteça justamente no Brasil, sua segunda casa. Depois de um começo de ano difícil, a Mercedes tem mostrado evolução e o piloto inglês também cresceu. Nas últimas duas corridas, nos Estados Unidos e no México, ele terminou duas vezes em segundo, atrás apenas de Max Verstappen.

– Há chances de o Hamilton vencer a primeira na temporada aqui no Brasil. A Mercedes evoluiu o carro nos últimos Grandes Prêmios. Ele tem tido resultados sólidos. A chance é boa para o Hamilton no Brasil, sem dúvida.

Como é tradição em Interlagos, as condições do clima podem ser determinantes para a corrida. Há previsão de chuva no fim de semana que marca a 50ª edição do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1. Este ano, também se celebra os 50 anos do primeiro título mundial de Emerson Fittipaldi. Para o bicampeão, se a pista estiver molhada, três pilotos podem se sobressair na corrida:

– Na minha opinião, Max é o mais rápido na chuva. Hamilton também é sempre rápido na pista molhada. E tem também um jovem leão, Lando Norris. Ele é ótimo na chuva.

Avatar de Miguel Ladeira
1538 artigos
Jornalista brasileiro com mais de 5 anos de experiência na área de apostas online.