18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Ex-Arsenal elogia trio brasileiro: ‘Gabriel Jesus é impressionante’

Gabriel Jesus é o destaque do Arsenal na temporada
Gabriel Jesus é o destaque do Arsenal na temporada. Foto: IMAGO / PA Images

Pode ser apenas temporário, algo que não se sustente depois de muitas rodadas, mas o Arsenal desponta como o time capaz de acabar com a hegemonia de Manchester City e Liverpool na Premier League. Os Gunners lideram a competição e muito disso se deve ao desempenho dos brasileiros no elenco. O trio Gabriel: Magalhães, Martinelli e Jesus.

Cada um vive um momento diferente na equipe treinada por Mikel Arteta. Magalhães atravessa instabilidades no maior chance da carreira. Martinelli evolui a passos largos. Jesus tem a confirmação do status de astro de primeira grandeza.

Quem avaliou assim os três brasileiros foi Mikael Silvestre, ex-zagueiro e lateral-direito, com passagem pelo clube londrino e também pela seleção da França. Em entrevista ao “Apostagolos.com”, detalhou os jogadores que sonham em estar na lista final de Tite para a Copa do Mundo do Catar.

Gabriel Magalhães tem sofrido críticas depois de erros que cometeu. Elas são justas?

Ele mostrou algumas vezes que pode perder a cabeça durante a partida, como o pênalti que cometeu no clássico contra o Tottenham. É parte do jogo. Eu acho que ele precisa de um pouco mais de experiência. Qual é a idade dele? Vinte cinco (Magalhães tem 24)? Ele teve poucas temporadas pelo Lille antes de ser contratado. O que eu tenho certeza é que a comissão técnica do Arsenal tentará melhorar esse lado do jogo dele. Mas é difícil porque seu estado mental, sua determinação são fundamentais para ele vencer as disputas de bola. Ele tem de encontrar equilíbrio, e isso é ele consigo mesmo. Ele tem de manter a calma e, espero, isso irá melhorar. 

Martinelli foi eleito o melhor na vitória do Arsenal sobre o Liverpool. Ele tem tido uma temporada fantástica. O que você acha que ele melhorou, em relação ao ano passado?

As tomadas de decisão dele estão melhores. Ele tem 21 anos e isso tem a ver com o ganho de experiência e o fato dele estar se tornando um pouco mais maduro. A maneira como ele está lendo as partidas, eu diria que melhorou muito. Além disso, acho que ele está mais em forma e tendo uma sequência de jogos. No passado, isso sempre foi um problema por causa das lesões. Ele tem um ritmo elétrico. Ele tem habilidade e, agora, está tomando as decisões certas nos momentos certos. Sua parte defensiva também melhorou muito.

Ele não marcou contra o Liverpool, mas qual tem sido o peso de Gabriel Jesus para o bom momento do Arsenal?

O Arsenal assinou com ele e o Zinchenko. Ambos são campeões da Premier League e chegaram ao clube com essa atitude, de campeões. O que eles acabam passando para os companheiros é justamente serenidade e confiança. Isso sem contar com a qualidade que eles têm. São jogadores muito bons. Jesus foi um dos destaques no Manchester City e no Arsenal ele é o destaque. E ele adora essa condição. Ele quer mais, está faminto em todos os jogos. Gabriel Jesus é muito impressionante.

O Arsenal já venceu o Tottenham e o Liverpool na Premier League. Você acredita que o time é candidato ao título e o maior adversário do Manchester City?

Atualmente ele é superior a essas duas equipes que derrotou em muitos aspectos. Não esperava algo diferente do Tottenham – não quer parecer negativo – mas eles não tiveram iniciativa na partida. Eles jogaram o clássico contra o Arsenal na defesa. Não foi o caso do Liverpool, e por isso a partida contra eles foi ótima, com chances lá e cá. A tabela não mente. Nove partidas disputadas e eles estão seguindo em frente, somando muitos pontos. O fato de jogarem em casa ou como visitante não importa para eles. Isso é uma grande mudança quando comparado ao Arsenal nas últimas temporadas. É uma grande evolução.

Diana Figueiredo
174 artigos
Diana Figueiredo é jornalista há mais de 15 anos, carioca e, atualmente, mora em Paris, na França Trabalhou no Jornal Extra e no Jornal O Globo de ...