18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Eurocopa: França cai nos pênaltis para a Suíça

Atual campeã mundial e favoritíssima à conquista da Eurocopa, a seleção francesa deu adeus à competição nesta segunda-feira, em Bucareste. Após empate no tempo normal em 3 a 3, a equipe do técnico Didier Deschamps foi derrotada nos pênaltis pela Suíça por 5 a 4. É a zebra, mais uma vez, passeando solta pelos gramados europeus.

E foi um jogaço. No primeiro tempo, a Suíça conseguiu controlar as ações. Com uma marcação fortíssima, não deixou a França criar e se aventurou com sucesso no ataque. Em uma dessas chegadas, abriu o placar. Aos 14 minutos, Zuber cruzou na área e o artilheiro Seferovic cabeceou bonito para marcar: 1 a 0. E o panorama seguiu assim até o intervalo.

O início do segundo tempo foi parecido. Aos 7 minutos, em mais uma chegada da Suíça, o árbitro marcou pênalti de Pavard em Zuber. Só que Ricardo Rodríguez desperdiçou a cobrança e a chance de a Suíça ampliar o placar. Como quem não faz leva, a França virou, e muito rápido. Aos 11 minutos, Benzema recebeu de Mbappé, dominou com classe e tocou de canhota na saída do goleiro: 1 a 1. Aos 13, veio a virada. Griezmann tabelou com Mbappé e finalizou. No rebote do goleiro, Benzema empurrou para a rede.

Aos 29 minutos, o gol mais bonito do jogo. Pogba bateu colocado de fora da área e acertou o ângulo de Sommer. Golaço aço. Mas os franceses pararam por aí. Foi a vez de a Suíça voltar ao jogo. Aos 35 minutos, Seferovic recebeu cruzamento de Mbabu, e novamente de cabeça, colocou na rede. Incrível a eficiência no alto do centroavante comandado por Jorge Jesus no Benfica. Aos 44 minutos do segundo tempo, veio o empate suíço. Incrível. Gavranovic recebeu na entrada da área, deixou Kimpembe no chão e marcou um golaço com um lindo chute: 3 a 3.

Eurocopa
Gavranovic comemora o terceiro gol da Suíça no jogo. Foto: Reprodução Twitter / Uefa Euro

E ficou assim o tempo normal. O empate levou a partida para a prorrogação. E o jogo foi lá e cá. Boas chances para os suíços. Boas chances para os franceses. Mas nada do placar se alterar. A decisão foi para as penalidades.

Gol suíço. Gol francês. Gol suíço. Gol francês. Gol suíço. Gol francês. Gol suíço. Gol francês. Gol suíço… e parou por aí. Mbappé, que não fez uma grande Eurocopa (passou em branco), foi para a cobrança e perdeu. Sommer fez uma grande defesa e colocou a Suíça nas quartas de final da competição.

Nas quartas, a Suíça vai enfrentar a Espanha, que passou pela Croácia. O jogo será disputado no sábado, às 13h, em São Petersburgo.

– Sempre disse que esse time merecia muito mais do que era dito. Houve muita polêmica em volta dele. Mas reescrevemos a história hoje. Podemos estar orgulhosos do que conseguimos hoje. É impossível descrever o sentimento de todos, jogadores, comissão técnica, funcionários – disse o meio-campista Xhaka, capitão suíço e melhor jogador em campo.

– Os três gols depois do pênalti perdido foram como um tapa na cara. Mas nós demos a volta por cima – acrescentou.

Espanha sofre, mas se classifica

A segunda-feira foi de jogaços na Eurocopa. No Parken, Espanha e Croácia também empataram em 3 a 3 no tempo normal. Os espanhóis saíram perdendo com um gol bizarro. O goleiro Simón não conseguiu dominar a bola no recuo de Pedri e deixou a bola entrar. Mas nada de se abater. A virada veio com gols de Sarabia, Azpilicueta, e Ferrán Torres.

A Croácia não se deu por vencida e empatou a partida no finzinho. Aos 39 minutos do segundo tempo, Orsic diminuiu. E aos 46 minutos, Pasalic deixou tudo igual.

Na prorrogação, porém, a superioridade espanhola prevaleceu. Morata e Oyarzabal, com dois belos gols, garantiram a vitória e a classificação: 5 a 3.

– Fomos superiores à Croácia desde o início, mas sofremos o gol depois de perdermos dois gols claros, um de Koke e outro de Morata. Mas a equipe lutou, acreditou e o jogo nos deixa muitas coisas positivas. Esta seleção tem um objetivo e joga futebol bem. Quem quiser nos vencer vai ter que correr muito e jogar muito bem – analisou o técnico espanhol Luis Enrique.

– Não creio que haja um técnico em qualquer parte do mundo que não valorize Morata e o que ele faz pelo time. Ele é dominante pelo alto, é forte e nos dá gols. Precisamos mesmo apreciar poder ter um atacante como ele – acrescentou o treinador, sobre Morata.

OS PRÓXIMOS JOGOS DAS OITAVAS

  • Inglaterra x Alemanha – Terça-feira (29/06) – 13h – WEMBLEY 
  • Suécia x Ucrânia – Terça-feira (29/06) – 16h – HAMPDEN PARK