18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Especulado no Corinthians, Philippe Coutinho diz que não pediu para deixar o Aston Villa: ‘Estou feliz aqui’

Philippe Coutinho é cobiçado pelo Corinthians
Philippe Coutinho é cobiçado pelo Corinthians. Foto: IMAGO / PA Images

Parece que o meia Philippe Coutinho seguirá no futebol inglês. Especulado no Corinthians, ele afirmou nesta quinta-feira, por meio de uma nota oficial, que jamais pediu para deixar o Aston Villa. Mais do que isso, afirmou estar muito feliz no clube da Premier League.

Saiba como apostar na Champions League

Na nota oficial, Coutinho também destacou que está recuperado da lesão que o tirou da Copa do Mundo do Catar. Confira abaixo:

Nos últimos dias vi muita notícia com meu nome mas até aí tudo bem, o problema é que agora começaram algumas mentiras e estou aqui pra esclarecer.

Nunca e em nenhum momento teve algum tipo de conversa minha pedindo para sair do clube, pois estou feliz aqui e minha família também.

Meu único foco agora que estou recuperado da lesão, é em trabalhar ao máximo a cada dia para jogar em alto nível e ajudar ao clube e meus companheiros a atingir os nossos objetivos“.

Lembrando que Coutinho entrou em campo na segunda-feira, na derrota de 3 a 1 do Aston Villa para o Liverpool. Ele jogou alguns minutos. O meia não atuava desde o dia 29 de outubro.

O contrato de Philippe Coutinho com o Aston Villa é válido até 2026. Interessado no atleta, o Corinthians conta com a ajuda do empresário Kia Joorabchian para tentar contratá-lo. Kia disse, em entrevista ao site “Globoesporte.com”, que “dará o seu melhor” para ter sucesso na negociação. Foi ele quem levou o meia Willian de volta ao Corinthians recentemente.

A relação de Kia com o Corinthians é bem antiga. O empresário iraniano comandava a MSI, que foi parceira do Corinthians em um dos melhores momentos esportivos da história do clube.

Leo Santos
2635 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.