18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Espanha aplica a maior goleada da Copa na Costa Rica: 7 a 0; Alemanha perde para o Japão

Os garotos Gavi e Ferrán Torres brilharam na goleada da Espanha
Os garotos Gavi e Ferrán Torres brilharam na goleada da Espanha. Foto: IMAGO / Agencia EFE

Atuação de cinema e goleada impiedosa. Assim a Espanha estreou na Copa do Mundo do Qatar: 7 a 0 sobre a Costa Rica. Os gols foram marcados por Dani Olmo, Asensio, Ferrán Torres (2), Gavi, Soler e Morata. O resultado coloca os espanhóis na liderança isolada do Grupo E.

Saiba como apostar na Copa do Mundo

A atuação lembrou até a Espanha campeã mundial em 2010. Um tiki-taka (toque de bola) de respeito. E uma garotada que promete dar o que falar. O goleiro De Gea, o zagueiro Sergio Ramos, e o volante Thiago Alcântara, deixados de fora da convocação pelo técnico Luis Enrique, não fizeram falta.

Vivendo o fim de sua melhor geração, a Costa Rica pouco fez. O goleiro Unai Simón saiu de campo sem suar a camisa. O mesmo não pode se dizer de Keylor Navas.

O gol mais bonito do jogo foi marcado pelo jovem meia Gavi, de apenas 18 anos. Após cruzamento de Morata, ele pegou de primeira com o lado externo do pé direito e colocou no canto de Navas. O chamado golaço.

– Muito satisfeito com o desempenho da equipe. Quando as coisas saem da forma como são esperadas, o futebol se transforma em algo maravilhoso – disse o técnico espanhol Luis Enrique.

Ele, no entanto, pediu cabeça no lugar. Nada de empolgação neste momento tão prematuro da competição.

– O elogio nos enfraquece. A partir de amanhã já vamos focar na partida contra a Alemanha – acrescentou o treinador.

A Espanha volta a campo no domingo, às 16h, para enfrentar a Alemanha. A Costa Rica enfrenta o Japão, logo às 7h.

Alemanha perde, de virada para o Japão

A zebra do dia apareceu no jogo da Alemanha, campeã do mundo em 2014 no Brasil. Os alemães foram derrotados pelo Japão por 2 a 1, de virada.

A Alemanha até começou bem. Abriu o placar com Gündogan, de pênalti. Mas Doan e Asano trataram de virar o jogo e garantiram os três pontos para os japoneses.

A Alemanha volta a sofrer com uma seleção asiática. Na Rússia, em 2018, perdeu para a Coreia do Sul e caiu na fase de grupos.

O Japão está na segunda colocação do Grupo E e pode se classificar para as oitavas de final já na próxima rodada.

Leo Santos
1007 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...