18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Calleri diz que jogou final pelo São Paulo no sacrifício e vai passar por cirurgia no tornozelo

Calleri jogou a final da Copa do Brasil no sacrifício
Calleri jogou a final da Copa do Brasil no sacrifício. Foto: IMAGO / Action Plus

Um dos heróis do São Paulo na conquista inédita da Copa do Brasil, o atacante argentino Calleri revelou, em entrevista concedida após o jogo contra o Flamengo, que vem jogando os últimos meses no sacrifício e precisará passar por cirurgia. O jogador tem uma lesão no tornozelo. Desta forma, Calleri não deve jogar mais nesta temporada.

Saiba como apostar em jogos de futebol

– Mais uma vez eu demonstro que o Calleri está vivo e ganhou a Copa do Brasil. Ninguém sabe, mas estou machucado há seis, sete meses. Eu vou parar de jogar agora e vou operar. Eu estou muito machucado no tornozelo. Meu objetivo era ser campeão e acho que consegui. Dei a vida, mesmo machucado. Desde março… Ninguém sabe, mas dei a vida por esse clube e agora mereço parar e me recuperar bem – afirmou o artilheiro, que marcou o gol da vitória sobre o Flamengo no jogo de ida, no Maracanã.

– Tenho a lesão no tornozelo, não recuperei bem, o tratamento conservador deu para jogar até agora, mas está me atrapalhando demais. Eu já falei para todo mundo que se a gente fosse campeão eu ia arrumar meu tornozelo. Depois de vencer eu vou operar – acrescentou.

Calleri se machucou durante o Campeonato Paulista. Como o São Paulo precisava muito dele, o artilheiro resolveu optar pelo tratamento conservador.

São Paulo quer manter Rafinha e Caio Paulista

Laterais titulares na final da Copa do Brasil, Rafinha e Caio Paulista devem seguir no São Paulo para a próxima temporada. Os contratos se encerram no fim deste ano, mas devem ser renovados. A situação de Caio é um pouco mais complicada. O Tricolor precisará desembolsar algo em torno de R$ 20 milhões, que é o que pede o Fluminense, dono dos direitos do atleta.

Leo Santos
2539 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.