18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Brasileirão: Atlético-MG e Flamengo vencem e diferença entre as equipes segue em oito pontos

Hulk marcou dois gols e assumiu a artilharia isolada do Brasileirão
Hulk marcou dois gols e assumiu a artilharia isolada do Brasileirão. Foto: Reprodução Twitter / Atlético-MG

O Brasileirão 2021 vai chegando às últimas rodadas e, ao que parece, o panorama não deve mudar. O Atlético-MG, líder isolado, venceu mais uma neste sábado: 2 a 0 sobre o Juventude, no Mineirão, com dois gols de Hulk. Agora, são 74 pontos. A distância para o Flamengo, segundo colocado, segue em oito pontos, porque o Rubro-Negro também venceu: 2 a 1 sobre o Internacional no Beira-Rio com gols de Gabigol e Andreas Pereira.

Saiba como apostar no Brasileirão

As duas equipes ainda possuem cinco jogos cada para disputar (15 pontos em disputa), mas o Atlético-MG tem tropeçado muito pouco na competição. As chances de título do Galo, segundo o matemático Tristão Garcia, do site Infobola, são de 99%. O Flamengo tem apenas 1%.

No Mineirão, o Atlético sentiu muitas dificuldades para superar a defesa do Juventude. No primeiro tempo, 0 a 0. O primeiro gol só foi sair na metade do segundo tempo. O árbitro foi ao VAR e viu pênalti do zagueiro da equipe gaúcha em Diego Costa. Hulk cobrou e abriu o placar.

O segundo, já com o Juventude mais aberto, foi um golaço. Hulk recebeu na área e tocou no ângulo do goleiro: 2 a 0 e festa da torcida do Atlético, cada vez mais perto do bicampeonato brasileiro. São 50 anos sem o título nacional.

– O grito de campeão teve um pouco (da torcida), ainda não foi o Mineirão inteiro. Quem quer gritar, pode gritar. É o que eu falo, eu não não sou campeão ainda, a gente não é campeão ainda. Mesma coisa numa corrida de Fórmula 1. Você está na última volta e está na frente, com uma distância boa. Mas não acabou a corrida, você só vai ser campeão quando der a bandeirada, atingir o número de pontos que o segundo colocado não atinja. Tomara que venha logo, e aí a gente possa gritar campeão – disse o técnico do Atlético-MG, Cuca.

O Atlético-MG volta a campo na terça-feira, às 16h, na Arena Palmeiras, para enfrentar o Palmeiras, pelo Brasileirão.

No Beira-Rio, o Flamengo teve um início avassalador. Os primeiros 20 minutos foram de almanaque. Abriu o placar com um belo gol de fora da área de Gabigol. Ampliou com mais um belo gol. Troca de passes espetacular do ataque rubro-negro que terminou com uma finalização fantástica de Andreas Pereira. E poderia ter saído o terceiro. Everton Ribeiro foi derrubado na área por Moisés. Pênalti. O árbitro, no entanto, ignorou e mandou o jogo seguir.

O Internacional cresceu no jogo, diminuiu o placar com Taison e por pouco não empatou. No segundo tempo, o Flamengo perdeu várias chances de marcar, mas conseguiu se segurar lá atrás: 2 a 1 e fim de papo. O time do técnico Renato Gaúcho volta a campo na terça-feira, às 21h, na Arena do Grêmio, para enfrentar o Grêmio. É o último jogo antes da final da Libertadores.

– Eu, sinceramente, gostei da arbitragem hoje, mas tivemos um lance claro de pênalti sobre o Everton, mas não adianta, é nadar contra a maré. É chover no molhado. A única pergunta que faço aos especialistas é por que o VAR não chamou o árbitro? Simples, não adianta. Falo isso há três, quatro anos: quem apita o jogo é o VAR. Infelizmente é o VAR. Não é possível que ele tem todas as imagens e que não viu o pênalti no Everton. O jogo estava em 2 a 0, poderíamos ter feito o terceiro e eliminar a partida – disse o técnico Renato Gaúcho.

– O Flamengo hoje não está disputando o título justamente pelos erros de arbitragem claríssimos. Todo mundo viu. No mais, ele se comportou bem, só acho que o VAR poderia ter chamado o árbitro no lance do Everton – acrescentou.

Confira abaixo mais trechos da entrevista de Renato:

Importância da vitória “Acho que o mais importante de tudo foi a entrega da equipe, independentemente se foi o último ensaio ou não. Desde o início o Flamengo buscou a vitória, criou as melhores oportunidades, soube valorizar a posse de bola. Criamos, poderíamos ter decidido o jogo no primeiro tempo ainda, tivemos situações claras além dos gols que fizemos. E infelizmente levamos um gol no fim do primeiro tempo, isso fez com o que o adversário crescesse. O segundo tempo foi bastante disputado, as duas equipes criaram bastante oportunidades, mas acho que no final valeu pela apresentação. Fiquei muito satisfeito pelo que a equipe apresentou, principalmente pelo primeiro tempo”.

Arrascaeta enfrenta o Grêmio“Tenho conversado bastante com Arrascaeta, a gente teve todo cuidado para prepará-lo para jogar alguns minutos hoje da forma que jogou. Vamos aguardar 24 horas, amanhã volto a conversar com ele. Ele que vai dando a resposta para nós. Até terça-feira temos mais dois dias para que a gente possa trocar algumas ideias e ver da maneira que está se sentindo. A confiança quem passa para o treinador é o jogador. O mais importante é que jogou uns 20, 25 minutos, esteve bem e não sentiu nada. Vamos aguardar amanhã para ver se não acorda com algum tipo de dor e começamos a estudar melhor o Arrascaeta para terça-feira”.

AeroFla no Rio“De parabéns o torcedor do Flamengo, fez uma festa maravilhosa, deu uma energizada maior no grupo. Essa é a torcida do Flamengo. Algumas pessoas pensaram diferente em termos da festa, falaram em selvageria. Não vi nada disso, a torcida do Flamengo é essa. Da nossa parte e do grupo, damos parabéns. Essa é a torcida do Flamengo, isso é o que a equipe parte. Algumas partes da festa foram engraçadas, tanto na saída do CT quando no aeroporto. Muitas pessoas acharam o contrário, mas nós não achamos. Essa energia que a gente precisava. A gente colocou contra o Internacional, vai colocar na próxima certeza contra o Grêmio. E pode ter certeza que mais do que nunca na final da Libertadores”.

Queda no segundo tempo“A equipe se apresentou muito bem, no primeiro tempo nós fizemos dois gols e criamos inúmeras oportunidades claríssimas de gol. Foi um dos itens que chamei a atenção no intervalo, que poderia ter matado o jogo. Em um contra-ataque, tomamos um gol, demos moral para que o adversário crescesse na partida. No segundo tempo era normal que o Internacional viesse para dentro, mas a equipe se comportou bem. Não foi tão bom como o primeiro tempo, mas já sabíamos das dificuldades que iríamos encontrar aqui, e o mais importante foi que conseguimos mais uma vitória fora de casa contra um grande adversário que está brigando pela Libertadores. E é normal um pouco de queda de rendimento no segundo tempo porque, querendo ou não, é difícil tirar da cabeça dos jogadores a final do próximo dia 27”.

Time reserva ou titular contra o Grêmio?“O planejamento as pessoas vão saber na terça-feira, nós temos o jogo com o Grêmio na terça-feira e no sábado temos uma final. Então nosso planejamento não vai mudar em nada daquilo que programamos há duas ou três semanas. Tem dado resultado, tem dado certo, e vamos seguir nossa programação. O que está decidido está decidido. Não vamos mudar em nada”.

Flamengo briga pelo título brasileiro“Enquanto houver chances matemáticas, a gente vai buscar o título. Sempre falei que nós não desistimos do Campeonato Brasileiro. O Atlético-MG tem uma certa vantagem sobre a gente, mas nós viemos brigando de igual para igual, vencendo nossos jogos. Faltam algumas rodadas, acho o mais importante de tudo o Flamengo fazer a parte dele jogo a jogo e ver o que acontece. Até porque temos esse jogo na terça e depois a final. É fazer o dever de casa e ver o que acontece no jogo do Atlético-MG”.

Os gols de sábado do Brasileirão:

Os jogos da rodada:

Leo Santos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.