18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Balotelli volta à seleção italiana após mais de três anos

Balotelli está de volta! Nesta segunda-feira (24), o técnico da seleção italiana, Roberto Mancini, fez a convocação dos jogadores que irão se preparar para a disputa da repescagem da Copa do Mundo do Qatar 2022. Entre as novidades estão o atacante Mario Balotelli e os brasileiros naturalizados italianos João Pedro e Luiz Felipe. Vale lembrar que Balotelli não era chamado há mais de três anos.  

Saiba como apostar em jogos de futebol

Após os confrontos contra Suíça e Irlanda do Norte, no ano passado, os convocados por Mancini se juntarão no CT de Coverciano entre os dias 26 e 28 de janeiro para um período de treinamentos. A seleção italiana está focada no duelo decisivo contra a Macedônia do Norte, marcado para o final de março. Ao todo, 35 atletas foram chamados para trabalhar durante os três dias sob a supervisão da comissão técnica. 

Um detalhe importante a ser observado é que apenas os jogadores que atuam no futebol italiano foram convocados, exceto Mario Balotelli. O atacante de 31 anos está atualmente no Adana Demirspor, da Turquia, e não era convocado desde setembro de 2018, quando defendeu a Azzurra na Liga das Nações.  

Roberto Mancini aproveitou esse curto período de atividades para observar pela primeira vez o zagueiro Luiz Felipe, da Lazio, e o atacante João Pedro, do Cagliari. O defensor atua no futebol italiano desde 2017, após se transferir do Ituano para a Salernitana. Já o atacante, que teve passagens por Santos e Atlético-MG, defende o mesmo clube desde 2015. 

Os dois se juntam a mais três brasileiros que são constantemente convocados por Mancini: o zagueiro Rafael Tolói, o lateral-esquerdo Emerson Palmieri e o meia Jorginho. Vale destacar que apenas Tolói irá participar do período de treinamentos, que será fechado para a imprensa.  

A atual campeã europeia não conseguiu garantir vaga direta na Copa do Mundo pela fase de grupos das Eliminatórias, terminando em segundo lugar do Grupo C, atrás da Suíça. Para tentar assegurar mais uma participação no Mundial, a Itália terá dois confrontos eliminatórios pela frente: contra a Macedônia do Norte, em Palermo, no dia 24 de março, e numa provável decisão contra Portugal ou Turquia, no dia 29 do mesmo mês.  

Confira a lista dos convocados: 

Goleiros: Marco Carnesecchi (Cremonese), Alessio Cragno (Cagliari), Alex Meret (Napoli), Salvatore Sirigu (Genoa); 

Defensores: Alessandro Bastoni (Inter), Cristiano Biraghi (Fiorentina), Davide Calabria (Milan), Giorgio Chiellini (Juventus), Mattia De Sciglio (Juventus), Giovanni Di Lorenzo (Napoli), Alessandro Florenzi (Milan), Luiz Felipe (Lazio), Gianluca Mancini (Roma), Luca Pellegrini (Juventus), Giorgio Scalvini (Atalanta), Rafael Tolói (Atalanta); 

Meio-campistas: Nicolò Barella (Inter de Milão), Bryan Cristante (Roma), Nicolò Fagioli (Cremonese), Davide Frattesi (Sassuolo), Manuel Locatelli (Juventus), Matteo Pessina (Atalanta), Samuele Ricci (Empoli), Stefano Sensi (Inter), Sandro Tonali (Milan); 

Atacantes: Mario Balotelli (Adana Demirspor), Domenico Berardi (Sassuolo), Federico Bernardeschi (Juventus), Ciro Immobile (Lazio), Lorenzo Insigne (Napoli), João Pedro (Cagliari), Giacomo Raspadori (Sassuolo), Gianluca Scamacca (Sassuolo), Mattia Zaccagni (Lazio), Nicolò Zaniolo (Roma). 

Leo Santos
538 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...