18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Atlético-MG vence o Flamengo por 2 a 0 e se recupera no Brasileirão

Ademir comemora o segundo gol do Atlético-MG
Ademir comemora o segundo gol do Atlético-MG. Foto: Pedro Souza / Atlético-MG / Divulgação

O domingo foi de clássico nacional e casa cheia no Mineirão. Melhor para o Atlético-MG, que venceu o Flamengo por 2 a 0 com gols de Nacho e Ademir, e se recuperou no Campeonato Brasileiro. Com 21 pontos, o Galo entrou no G-4 e ficou a apenas quatro do líder, Palmeiras. O Rubro-Negro, por sua vez, voltou a flertar com a zona perigosa. Com apenas 15 pontos, tem só um ponto de vantagem para o Goiás, primeiro da zona de rebaixamento.

Saiba como apostar na Copa Libertadores

O jogo foi quase todo do Atlético-MG. O Flamengo só teve o domínio durante alguns minutos do primeiro tempo e não aproveitou as duas boas chances que teve com Andreas Pereira. De tanto martelar, o Atlético saiu na frente. Na primeira etapa, Guilherme Arana cruzou na área, Keno cabeceou e Diego Alves fez a defesa. No rebote, Nacho colocou na rede.

No segundo tempo, o panorama não mudou. As substituições de Dorival Júnior no Flamengo não surtiram efeito, e o Galo ampliou. Hulk deu uma bela assistência para Ademir na área. O atacante dominou e finalizou no cantinho de Diego Alves: 2 a 0 e festa da torcida atleticana.

O técnico do Atlético-MG, El Turco Mohamed, que sofria com as críticas antes da partida, minimizou a pressão.

– Eu recebi (a pressão) de uma maneira bem tranquila, porque estou acostumado a trabalhar em equipes grandes, importantes, que têm muito torcedor. Sempre estive respaldado por diretores, com tranquilidade para trabalhar e tomar a melhor decisão. Sei que quando não se ganha uma partida, se ascende os rumores, mas o mais importante é a resposta dos jogadores dentro de campo – disse o argentino.

Do lado do Flamengo, Dorival Júnior fez críticas ao Rubro-Negro pela atuação.

– Tivemos muito pouco jogo entre linhas hoje, e, com isso, deixamos que o Atlético se sentisse de uma forma bem confortável. Pouco agredimos e, em razão disso, tivemos muitas dificuldades de uma chegada maior

Os dois times voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Botafogo consegue virada heróica; Corinthians vence e encosta no Palmeiras

No jogo mais emocionante da rodada até aqui, o Botafogo virou pra cima do Internacional e venceu por 3 a 2, no Beira-Rio. Uma virada na raça, no coração. Logo no início do jogo, o árbitro Sávio Pereira Sampaio, após consulta no VAR, marcou pênalti de Sampaio, do Botafogo. Sávio alega que a bola bateu no braço do jogador Alvinegro. Após confirmar o penal, expulsou o jogador alvinegro.

O Internacional abriu 2 a 0 com gols de Edenílson, de pênalti (justamente no lance polêmico), e Bustos. Mas o Botafogo não se intimidou. E, mesmo com um jogador a menos, foi buscar a virada. Vinicius Lopes, Erison e Hugo marcaram os gols.

Ainda tivemos dois gols anulados na partida. Um do Internacional e um do Botafogo. No fim da partida, teve pancadaria entre os jogadores.

Com o resultado, o Botafogo assumiu a sétima colocação do Brasileiro com 18 pontos. O Internacional é o quinto colocado com 21.

Bom… Vamos falar da ponta da tabela. O Corinthians, vice-líder, venceu o Goiás por 1 a 0, em casa, com gol de Fábio Santos e igualou o número de pontos do Palmeiras, líder da competição. O Alviverde, vale lembrar, enfrenta o São Paulo, nesta segunda-feira.

Veja como ficou a tabela do Brasileirão

E os resultados dos últimos jogos

Leo Santos
613 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...

Artigos mais recentes