18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Athletico-PR arranca empate contra o Palmeiras e vai à final da Libertadores

Pablo (centro) comemora a classificação do Athletico-PR com os companheiros
Pablo (centro) comemora a classificação do Athletico-PR com os companheiros. Foto: IMAGO / ZUMA Wire

O Athletico-PR fez história. Em pleno Allianz Parque, arrancou um empate contra o favoritaço Palmeiras (2 a 2) e garantiu a classificação para a final da Libertadores pela segunda vez em sua história. O Alviverde abriu 2 a 0 com Gustavo Scarpa e Gustavo Gómez, mas no segundo tempo Pablo e Terans garantiram o empate e a classificação heróica. Na final, o Furacão vai enfrentar o vencedor do confronto entre Flamengo e Vélez Sarsfield (ARG), que se enfrentam nesta quarta-feira, no Maracanã.

Saiba como apostar na Libertadores

O Palmeiras foi melhor no primeiro tempo. Precisando do resultado por ter perdido o primeiro jogo por 1 a 0, o time de Abel Ferreira abriu o placar logo aos 2 minutos com Gustavo Scarpa. A pressão foi grande, mas o goleiro Bento, muito seguro, segurou o Alviverde.

No fim do primeiro tempo, porém, um duro golpe nos planos do Palmeiras. Murilo deu uma entrada duríssima em Vitor Roque e foi expulso após análise do árbitro no VAR. Vale frisar que, antes, o volante Alex Santana, do Furacão, também poderia ter sido expulso por agressão em Rony. O árbitro deu só cartão amarelo.

No segundo tempo, apesar de ter um jogador a menos em campo, o Palmeiras ampliou com o zagueirão Gómez de cabeça. O Athletico só foi melhorar com as substituições de Felipão. Principalmente com a entrada de Pablo. Foi dele o primeiro gol do Furacão.

O golpe final veio nos últimos minutos. Terans soltou a bomba de fora da área, a bola desviou e matou o goleiro Wéverton: 2 a 2 e festa do Furacão. O Palmeiras não teve mais forças.

Mais uma vez, destaque para o goleiro Bento, que fez uma defesa espetacular após finalização de Gabriel Menino cara a cara, quando o jogo estava com o placar de 2 a 1 para o Palmeiras.

O Athletico-PR vai para Guayaquil. O Palmeiras foca no Campeonato Brasileiro, competição da qual é o líder isolado com sete pontos de vantagem para o segundo colocado, Flamengo.

– A gente se sente pequeno perto dele, ele é muito grande. A história dele é muito grande. A vida dele, fora de campo, também é maravilhosa. Ele é muito merecedor deste momento – disse Paulo Turra sobre Felipão. Foi ele quem comandou o Athletico na beira do campo por conta da suspensão de Scolari.

– Eu não sei se é o final (carreira Felipão). Torço para que não aconteça. Se existe um treinador no mundo, que merece este momento, é ele – acrescentou.

Nesta quarta-feira, às 21h30, Flamengo e Vélez jogam a outra semifinal, no Maracanã. O Rubro-Negro pode perder por até três gols de diferença que estará na decisão.

Leo Santos
853 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...

Artigos mais recentes