18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Apesar de gol no clássico, brasileiro Antony, do Manchester United, é criticado por atuação

Antony deixou a marca dele contra o City, mas foi criticado
Antony deixou a marca dele contra o City, mas foi criticado. Foto: IMAGO / Offside Sports Photography

O atacante brasileiro Antony, do Manchester United, deixou a marca dele na derrota do seu time para o maior rival, Manchester City, por 6 a 3. Mas nem assim escapou das críticas. Principalmente, por não ter ajudado na marcação quando a equipe mais precisou. Pelo menos, foi essa a análise do ex-jogador Paul Scholes e do ex-técnico Arsène Wenger.

Saiba como apostar na Champions League

– É inacreditável como o Manchester United tenha defendido tão mal pelos lados no primeiro tempo. Desde quase o início do jogo Diogo Dalot recebeu um amarelo e Jadon Sancho e Antony não ajudaram defensivamente. O problema é que o City insistiu no ataque pelos lados e eles estavam sempre com dificuldades – opinou o ex-técnico do Arsenal em entrevista à “Bein Sports”.

– Depois disso, quando eles tiveram a bola, eu senti que eles estavam obcecados em respeitar demais o plano de jogo. Eles sempre queriam avançar muito rápido e perderam muitas bolas e não tiveram posse de bola suficiente. Eles não jogaram pela posse de bola, eles queriam apenas entrar no contra-ataque – acrescentou.

Em seguida, foi a vez de Paul Scholes soltar o verbo:

“Alguém lembra quando os pontas costumavam ajudar os laterais?”, escreveu o ex-jogador nas redes sociais.

Fato é que o Manchester United vive uma crise, ao que parece, sem fim. O time fez contratações de peso para a temporada como Antony e Casemiro, mas não consegue se acertar em campo. Fora isso, o técnico Erik ten Hag ainda precisa administrar a vaidade dentro do elenco.

Cristiano Ronaldo, por exemplo, não está nada satisfeito com a reserva. No clássico contra o Manchester City ficou no banco de reservas e não foi utilizado. Ten Hag explicou que não o utilizou por respeito à sua história.

Os Diabos Vermelhos ocupam apenas a sexta colocação da Premier League com 12 pontos, nove atrás do Arsenal, que lidera com 21. Na próxima rodada do Inglês, domingo, o United encara o Everton. Antes disso, na quinta, encara o Omonia, fora de casa, pela fase de grupos da Liga Europa.

Leo Santos
1007 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...