18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Alonso ganha elogios de Fittipaldi: ‘Pódio foi inesperado’

Alonso - maio - 2024
Fernando Alonso comemora terceiro lugar na Fórmula 1. Crédito: IMAGO / PanoramiC

A Red Bull pode ter vencido com sobras o Grande Prêmio do Barein, Max Verstappen pode ter dado todos os sinais de que começa mais uma temporada como o grande favorito ao título da Fórmula 1, mas a sensação do fim de semana de estreia foi definitivamente Fernando Alonso. O piloto espanhol levou a Aston Martin ao terceiro lugar e arrancou elogios de ninguém menos que Emerson Fittipaldi.

O brasileiro, bicampeão mundial assim como Alonso, em entrevista ao site Apostagolos.com, reconheceu a surpresa com o resultado do piloto e sua Aston Martin. Os testes de pré-temporada já mostravam um carro competitivo. A primeira etapa do calendário revelou uma combinação piloto-carro capaz de brigar por pódios e desafiar Ferraris e Mercedes.

O pódio do Alonso foi inesperado. Eu acredito que a performance da Aston Martin surpreendeu até mesmo o próprio Alonso e a todos na equipe. Se você olhar o desempenho do carro nas curvas de alta e baixa, o Alonso teve condições de fazer traçados diferentes dos outros carros. Isso mostra que o carro tem uma aderência extra, muito boa. Quando ele teve de ultrapassar, o carro parecia muito bem. Isso mostra boa aderência e dirigibilidade.

Ao longo da corrida, Fernando Alonso foi capaz de ultrapassar Lewis Hamilton, da Mercedes, e Carlos Sainz, da Ferrari, em disputas que reforçaram o bom desempenho do carro verde. Com a quebra de motor da Ferrari de Charles Leclerc, o caminho ficou livre para o piloto espanhol terminar em terceiro. A última vez de Alonso no pódio havia sido no Grande Prêmio do Catar de 2021, quando também fechou a corrida na terceira posição.

O desempenho no Barein encheu a Aston Martin de esperanças porque ficou evidente que não se tratou apenas de um pódio possível graças ao talento do bicampeão mundial. O carro é realmente bom, tanto que Lance Stroll, companheiro de equipe de Fernando Alonso, conseguiu terminar em terceiro, mesmo tendo dificuldades para dirigir o carro. O piloto canadense sofreu acidente de bicicleta em que machucou as duas mãos e se recuperou às pressas para conseguir disputar a prova de estreia em 2023.

– Lance Stroll foi rápido. Com todos os problemas que teve, correu muito bem. Isso significa que a Aston Martin será uma competidora forte este ano. Não tenha dúvida disso.

Red Bull bem à frente

A ascensão da Aston Martin promete trazer muita emoção para o pelotão da frente da Fórmula 1. A Ferrari segue forte e a Mercedes tem potencial para repetir o que fez ano passado, quando começou mal e ao longo da temporada melhorou o carro a ponto de conseguir brigar por pódios e vencer o Grande Prêmio do Brasil, com George Russell.

O que não significa que a dominância da Red Bull está ameaçada. Muito pelo contrário. A dobradinha em Barein, com Max Verstappen em primeiro e Sergio Perez em segundo, deu a impressão de que as outras equipes terão de trabalhar muito para conseguir se aproximar da equipe atual campeã de pilotos e construtores.

A combinação de carro sem fraquezas mais o talento de Verstappen, para muitos o melhor piloto do grid atualmente, deixa o campeonato com um franco favorito, ao menos nesse início.

– Não creio que tivemos surpresas na liderança porque, vendo os testes de pré-temporada, ficou claro que a Red Bull está um passo à frente de todos os outros. Nas saídas das curvas de baixa, nas curvas de alta, eles tiveram muito mais aderência que os outros carros. Isso ficou claro. Eles são a melhor equipe este ano de novo, pela aderência, pela aerodinâmica, o que ajuda a manter os pneus em boas condições. Será um desafio para todos os times tentar chegar perto deles.

Miguel Ladeira
1702 artigos
Jornalista brasileiro com mais de 5 anos de experiência na área de apostas online.

Artigos mais recentes

Giroud anuncia aposentadoria da seleção francesa após a disputa da Euro

Vasco sonha com o retorno do meia Philippe Coutinho