18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Agüero anuncia a aposentadoria do futebol aos 33 anos

Agüero se emociona na despedida do futebol
Agüero se emociona na despedida do futebol. Foto: Divulgação / Barcelona

O agora ex-atacante argentino Kun Agüero anunciou nesta quarta-feira, em entrevista coletiva concedida em Barcelona, o fim da sua carreira. Com apenas 33 anos, o artilheiro se viu obrigado a parar por conta de um problema no coração. No fim de outubro, ele sofreu uma arritmia cardíaca após um jogo do Barça.

Saiba como apostar em partidas de futebol

– Essa coletiva é para comunicar que estou parando de jogar futebol profissional. São momentos muito difíceis, mas ainda estou muito feliz com a decisão que tomei. Em primeiro lugar está a minha saúde por causa do problema que tive há um mês – disse Agüero, bastante emocionado.

– Eu estava nas mãos dos médicos e eles me disseram que o melhor era parar de jogar. Tomei a decisão há 10 dias. Fiz todo o possível para ver se havia esperança, mas não havia muita. Sempre sonhei que jogava futebol desde os 5 anos quando toquei numa bola e o meu sonho era jogar na Primeira Divisão (argentina) e nunca pensei em chegar à Europa. Graças ao Independiente, fui treinado lá, ao Atlético que apostou em mim quando tinha 18 anos, ao Manchester City, que sabem o que sinto por eles, deixei o melhor lá e me trataram muito bem e ao pessoal do Barça. E também a seleção argentina – acrescentou.

Agüero estava sem jogar desde que descobriu o problema no coração. Inicialmente, o Barça anunciou que o atleta ficaria três meses sem atuar. Mas novos exames mostraram uma maior gravidade no problema, o que acarretou no fim da carreira do artilheiro.

No dia 31 de outubro, após a partida entre Barcelona e Alavés, Agüero precisou ser atendido de forma emergencial por sentir um desconforto no peito. Os exames mostraram que ele sofreu uma arritmia e o jogador foi internado.

Vale destacar que não foi a primeira arritmia de Agüero. O Barça tinha conhecimento do episódio anterior, mas não contava que isso pudesse acontecer novamente. Principalmente por conta dos exames médicos no momento da contratação, que não constataram problemas. Além disso, Agüero jogou por anos no Manchester City sem problemas do tipo.

Aguëro chegou ao Barcelona na última janela de transferências. Ele trocou o Manchester City pelo clube catalão com o intuito de jogar ao lado do grande amigo Lionel Messi. Mas Leo acabou trocando o Barça pelo Paris Saint-Germain.

Com a camisa do Barça, Agüero fez apenas cinco jogos e marcou um gol.

Abaixo, mais trechos da entrevista de Agüero:

Fala após o vídeo com lances da carreira“Você sempre quer continuar ganhando mais coisas, mas me sinto muito feliz pelos títulos que ganhei. Mas acho que fiz tudo de melhor por mim e pelos clubes que joguei. Tenho orgulho da minha carreira”.

Gols mais bonitos da carreira“Um gol muito bonito foi pelo Independiente, foi um momento muito bonito da minha carreira, contra o Racing . Não tenho nada contra o Racing, mas aos 17 anos, foi o primeiro gol mais bonito que fiz. E depois com o Atlético na Liga Europa também foi um momento muito feliz. E no City, como todos sabem, aquele gol contra o QPR , que deu meu primeiro título da Premier League e o primeiro do City em anos. E no último momento da Copa América , joguei pouco, mas acompanhei os meninos e era o que estávamos procurando há anos. Fiquei muito feliz. E o última que fiz no Real Madrid. Nada mal, certo, para ser o último gol, né?”.

Planos para a carreira“Isso aconteceu comigo agora, porque as coisas acontecem para alguma coisa e é positivo porque estou aqui contando. Mas sim, é algo positivo que eles tenham detectado esse problema agora. Tentar ser feliz fora do futebol. Não é fácil ser jogador de futebol. Treinar, jogar, viajar todos os dias. Os jogadores devem ser muito respeitados. Vou continuar ligado ao futebol e serei capaz de aproveitar mais a vida”.

Leo Santos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.