18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Abel Ferreira chega à nona final com o Palmeiras e renova contrato até 2024

Abel Ferreira chegou à nona final com o Palmeiras
Abel Ferreira chegou à nona final com o Palmeiras. Foto: Cesar Greco / Palmeiras

O técnico português Abel Ferreira está cheio de moral no Palmeiras. Neste sábado, o time chegou, com ele, à nona final (são apenas 16 meses de trabalho). O Alviverde venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 1, no Allianz, e está na decisão do Paulistão 2022. Para completar o dia especial para a torcida, o anúncio da renovação contratual do técnico saiu. Ele fica até dezembro de 2024. O vínculo anterior era até dezembro deste ano.

Saiba como apostar na Conmebol Libertadores

Abel tem cinco títulos no comando do Palmeiras e vai atrás do posto de técnico com mais títulos da história do clube. Vanderlei Luxemburgo é o maior com oito títulos. Brandão aparece em seguida com sete. E Felipão é o terceiro com seis.

– Vamos lutar. Temos de estar preparados para duas coisas. Para críticas e elogios. Eu sei que as pessoas estão, alguns, a torcer para que o Palmeiras perca. E vai perder. Não sei se vai ser na final. Agora, volto a dizer: a prioridade este ano era Recopa e Mundial. Depois de passar esse período, e temos jogos atrás de jogos, não sei como vai ser, não sei se vamos conseguir chegar inteiros – disse Abel.

– Os jogadores sabem o segredo. Se os jogadores tirarem a camisa, sabemos que é a equipe do Palmeiras que está a jogar. Eles chegaram a um comprometimento que o treinador só tem que apertar um parafuso. Eles que querem continuar crescendo. É mais uma final. Viemos aqui para competir. Eles confiam tanto em mim quanto eu confio neles – acrescentou o lusitano.

No Allianz, vale destacar, Abel tem 50 partidas comandando o Palmeiras com 32 vitórias. É o técnico do clube com mais jogos e vitórias no estádio. Ele pode se tornar também o técnico mais longevo da história do clube. O posto atual pertence ao lendário Oswaldo Brandão, que ficou três anos e oito meses entre novembro de 1971 e julho de 1975.

Na final do Campeonato Paulista, o Palmeiras, único invicto da competição, vai enfrentar o vencedor de São Paulo e Corinthians, que se enfrentam neste domingo, às 16h, no Morumbi.

Leo Santos
865 artigos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por gra ...

Artigos mais recentes