18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Seleção Brasileira de Basquete perde para a Alemanha e fica fora da Olimpíada

O Brasil não terá representante no basquete de quadra, nas Olimpíadas de Tóquio. Nem no feminino e nem no masculino. Ontem, a Seleção Brasileira masculina foi derrotada pela Alemanha por 75 a 64 na final do Pré-Olímpico de Split, na Croácia. O Brasil, vale lembrar, vinha de duas participações seguidas em Olimpíadas no basquete masculino: Londres (2012) e Rio (2016).

Sobre a partida de ontem, o pivô veterano Anderson Varejão foi o cestinha brasileiro com 14 pontos. O cestinha da partida foi o alemão Mortiz Wagner, que anotou 28 pontos.

O jogo foi equilibrado até o último quarto, quando a Alemanha se impôs e abriu vantagem sobre a Seleção Brasileira. O placar de 75 a 64 acabou sendo justo por conta dos muitos erros da Seleção Brasileira. Principalmente nas tentativas de bolas de três pontos.

–  Foi o nosso pior jogo, fomos muito mal no ataque e só temos a parabenizar a Alemanha, que fez um grande jogo e mereceu a vitória – resumiu Anderson Varejão.

Vale lembrar também que a Seleção Brasileira venceu com autoridade Tunísia, Croácia e México na competição.

Olimpíada
Alex também teve uma boa atuação na derrota para a Alemanha. Foto: Divulgação FIBA

–  Nosso grande problema hoje foi ofensivo. Tivemos um aproveitamento muito baixo, enquanto a Alemanha fez a sua parte. Perdemos também muitos rebotes e muitas bolas fáceis. Hoje também tivemos um baixo poder de reação, diferente das outras partidas – analisou, em seguida, o técnico da Seleção, Aleksandar Petrovic.

O armador Raulzinho, um dos destaques do Washington Wizards, da NBA, foi a principal ausência da Seleção Brasileira no Pré-Olímpico. Ele pediu dispensa alegando motivos pessoais.

– Hoje era um jogo bom para o Raulzinho para ajudar a furar a defesa deles. Mas isso é uma coisa complicada de comentar agora – disse Petrovic.

Mais classificados

Itália, Eslovênia e República Tcheca também carimbaram os passaportes para as Olimpíadas ao vencerem os seus Pré-Olímpicos. Em Kaunas, na Lituânia, os eslovenos, com ótima atuação do astro da NBA Luka Doncic, venceram os donos da casa por 96 a 85. Em Belgrado, na Sérvia, a Itália venceu a dona da casa por 79 a 59, e ficou com a vaga. Já no Canadá, a República Tcheca venceu a Grécia por 97 a 72 e se classificou.