18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Eurocopa: Itália vence a Espanha nos pênaltis e vai à final

Eles não chegaram na Eurocopa como favoritos ao título. Se tornaram durante a competição com um futebol diferente de suas tradições. Ofensivo, envolvente… Ainda falta a cereja do bolo para ficarem marcados na história. Mas isso fica pra depois. Falemos do presente. A Itália está na final da Euro! Nesta terça-feira, em Wembley, após empate no tempo normal em 1 a 1 com a Espanha, venceu nos pênaltis por 4 a 2, e se classificou. Na decisão, a Azzurra vai encarar o vencedor do duelo entre Inglaterra e Dinamarca, que se enfrentam amanhã, às 16h (horário de Brasília).

Chiesa marcou o gol da Itália no tempo normal. Morata empatou para os espanhóis. Nos pênaltis, coube ao volante brasileiro naturalizado italiano Jorginho, do Chelsea, garantir a classificação. Ele cobrou o penal decisivo com muita categoria, com direitinho a paradinha, e foi para a galera.

Eurocopa
O brasileiro naturalizado italiano Jorginho comemora a classificação para a final da Euro. Foto: Reprodução Twitter / Itália

O jogo foi muito equilibrado desde o seu início (apesar da maior posse de bola dos espanhóis). No primeiro tempo, as duas seleções tiveram boas chances para marcar, mas as defesas prevaleceram e o placar foi para o intervalo inalterado.

No segundo tempo, as redes balançaram. Aos 15 minutos, Chiesa dominou e bateu colocado, marcando um golaço para os italianos: 1 a 0. De olho no empate, o técnico Luis Enrique colocou o artilheiro Morata em campo. E a estratégia funcionou. Aos 34 minutos, o centroavante tabelou bonito com Olmo e tocou na saída de Donnarumma: 1 a 1.

O jogo foi para a prorrogação. A Espanha pressionou, mas a Itália mostrou que relembrar as tradições também faz bem. Conseguiu se segurar lá atrás com atuação brilhante do zagueiro Chiellini e do goleiro Donnarumma, e levou a partida para os penais.

Nas penalidades, Olmo e Morata desperdiçaram as cobranças para a Espanha (Donnarumma defendeu o chute de Morata). Apenas Locatelli desperdiçou para a Itália (Simón defendeu). No pênalti decisivo, Jorginho marcou, com muita categoria, para os italianos e garantiu a vitória. Festa da Azzurra.

A Itália vai em busca do bicampeonato da Eurocopa. O único título da Azzurra da Euro foi em 1968. Os italianos ficaram com o vice-campeonato em 2000 e 2012.

– Quase ninguém acreditava que poderíamos conseguir, mas agora vamos jogar a final. Estamos felizes por todos os italianos que estão comemorando em casa – desabafou o técnico italiano Roberto Mancini.

– Quando se joga um torneio tão intenso como uma Eurocopa ou um Mundial, sempre há um jogo em que é preciso sofrer para ganhar, e nós sabíamos que seria esse. Nem tudo pode sair tão bem quando se chega tão longe, numa semifinal – acrescentou.

Pelo lado da Espanha, muita tristeza, mas o sentimento de dever cumprido.

– É uma pena, queríamos que não acabasse hoje. Isso é futebol, o time tem estado muito bem. Fomos melhores, o nosso jogo prevaleceu, não merecíamos ficar atrás. Sinto muito orgulho por todos os meus companheiros, pelo grupo, pelo torneio que realizamos. É claro que deram a Itália como favorita, mas fomos superiores – analisou o volante espanhol Busquets.

– É hora de ficar triste e orgulhoso ao mesmo tempo. O importante e o objetivo é o futuro, seja comigo ou não. Este é o caminho. Isso serve para ter uma experiência importante para a Copa do Mundo. Há um grande grupo e uma excelente equipe. Temos que olhar de uma forma geral e ter orgulho desta seleção – acrescentou, por fim.

Mais Eurocopa

Nesta quarta-feira, às 16h (horário de Brasília), também em Wembley, a Inglaterra enfrenta a Dinamarca na outra semifinal. Os ingleses são favoritos, mas o confronto tem tudo para ser muito equilibrado. O goleiro titular da Dinamarca, Kasper Schmeichel, em entrevista coletiva, deu uma provocada nos torcedores ingleses que estão no oba oba, lembrando que os dinamarqueses já conquistaram a Euro. O English Team, não. Em seguida, falando mais sério, fez questão de elogiar o time adversário.

– Quando se trata de um time como a Inglaterra, as expectativas são sempre altas. Eles amam futebol e querem sempre vencer. Não penso que um time desses vai ser deixar levar pela expectativa da sua torcida no estádio. Eles vão estar focados e vai ser um time difícil de ser vencido. Southgate vai se preocupar em manter o time com esse foco – analisou.

E aí, quem será que vai decidir a Euro com a Itália? Façam as suas apostas.