18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial

Athletico-PR conquista a Sul-Americana e é recebido com festa em Curitiba

Presidente do Athletico-PR levanta a taça
Presidente do Athletico-PR levanta a taça. Foto: Reprodução Twitter / Athletico-PR

O fim de semana foi de festa para o Athletico-PR. No sábado, o clube conquistou o bicampeonato da Copa Sul-Americana, em Montevidéu, ao derrotar o Red Bull Bragantino por 1 a 0. O gol foi do atacante Nikão. Festa rubro-negra no Estádio Centenário. No domingo, a delegação do Furacão desembarcou em Curitiba e foi recebida com festa por sua torcida. Mais de 3 mil torcedores, segundo a Polícia Militar, estiveram na comemoração.

Saiba como apostar na Conmebol Libertadores

– Sempre falei que tinha um sonho em voltar como treinador e ser campeão aqui. Tive uma passagem muito legal como atleta. É o dia mais feliz da minha carreira – comemorou o técnico do Athletico-PR, Alberto Valentim, ainda no sábado.

Valentim chegou ao Athletico-PR em outubro, já com o time classificado para a final da Sula, mas em pouco tempo conseguiu cravar o seu nome na história. Quem comandou a equipe na semifinal, diante do Peñarol, vale lembrar, foi o interino Paulo Autuori.

Como jogador, Alberto Valentim teve duas passagens pelo Furacão: de 1996 a 1999 e de 2008 a 2009. Ele conquistou os Paranaenses de 1998 e de 2009. Foi no Athletico, aliás, que Valentim começou a trabalhar como auxiliar técnico.

Herói do título, Nikão não deve ficar no clube para a próxima temporada. Ele tem contrato somente até dezembro. O Corinthians é um dos clubes interessados no jogador. Na comemoração do título, a torcida athleticana cantou “Fica, Nikão!”. O jogador apenas acenou.

O mais empolgado na festa, sem dúvida, foi o presidente athleticano, Mario Celso Petraglia. Otimista, ele prometeu para a torcida os títulos da Libertadores e do Mundial de Clubes.

– A nossa promessa de ganhar o Mundial dez anos depois do final da reforma da nossa Arena acabou atrapalhada pela pandemia. Perdemos dois anos. Mesmo assim ganhamos uma Copa do Brasil, duas Copas Sul-Americana e estamos em mais uma final da Copa do Brasil. Vamos conquistar a Libertadores e vamos conquistar o Mundial de Clubes – afirmou.

A Sul-Americana 2021 foi o sétimo título do Athletico-PR em quatro temporadas. Foram eles: as duas Sul-Americanas (2018 e 2021), uma Copa do Brasil (2019), a J. League/Conmebol (2019), além de três Paranaenses (2018, 2019 e 2020).

– É um clube muito sério, que devia ser mais falado, respeitado. Um time gigante. Segredo é muito trabalho, humildade, não temos medo de enfrentar nenhuma equipe. O segredo é todos entenderem o projeto e remarem para a mesma direção – disse o zagueiro e capitão, Thiago Heleno.

E pode vir mais por aí. O Athletico ainda disputa nesta temporada a final da Copa do Brasil contra o Atlético-MG. No Campeonato Brasileiro, o clube tem situação relativamente tranquila e, com mais uma vitória, praticamente não luta mais contra o rebaixamento.

Corinthians conquista o título da Libertadores Feminina

O Corinthians conquistou neste domingo, no Estádio Parque Central, em Montevidéu, o tricampeonato da Libertadores Feminina ao vencer o Santa Fé (COL) na final por 2 a 0. Adriana e Gabi Portilho marcaram os gols do Timão.

Leo Santos
Leonardo Santos é jornalista esportivo com passagens por grandes jornais do Brasil como Lance e Grupo Globo. Escreve para o Apostagolos desde 2021.